Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Na semana passada, a Huawei realizou uma conferência para apresentar ao mundo a versão chinesa do Mate 40. Ao lado do smartphone, foi apresentada uma esperada inovação em memória para celulares. O CEO da empresa Richard Yu revelou uma nova tecnologia de expansão memória do Mate 40. 

O recurso usa compressão dinâmica de dados, cartão de memória fusion e outras melhorias. Com isso, segundo a Huawei, sistemas com 8 GB passam a ser equivalentes a 10GB, idem para modelos com 12 GB que se tornam equivalentes a 14 GB. 

publicidade

A expansão é, portanto, virtual. Richard Yu alegou que o processo é resultado positivo dessas tecnologias utilizadas que aumentaram o cache enquanto o sistema operacional rodava alguns apps. Ademais, a nova memória expandida também apresentou um acréscimo de 50% no desempenho.

A novidade da expansão de memória do Mate 40 também estará nas versões Pro e Pro+. A variação no design de cada um é pequena, mas as modalidades representam melhorias sensíveis no desempenho e na qualidade das câmeras.

A tela OLED dos aparelhos tem 6,5 polegadas e resolução de 2376 × 1080 pixels. Os celulares serão lançados com processador Kirin 9000, que supera o Snapdragon 865 (o do respeitável Galaxy S20 Fan Edition) em capacidade de processamento. Além disso, os modelos possuem câmeras avançadas e o Pro+ pode reduzir as deformações provocadas pelas lentes, tendo capacidade de filmagem em 4k com 20 megapixels.

Via Sparrows News.

publicidade