Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Na esteira de uma onda de desativação de aplicativos próprios, a Samsung anunciou que vai abandonar seu S Translator. A companhia tem feito isso, porque seus apps acabaram não conseguindo competir com opções dos concorrentes, principalmente o Google. Em 1º de dezembro de 2020, segundo uma declaração da Samsung, o S Translator, lançado com o Galaxy S4, em 2013, não estará mais disponível.

Pois é, o S Translator, o tradutor automático da Samsung, vai se juntar à lista de apps dizimados pela própria companhia. Os falecidos são Find My Car, Car Mode, MirrorLink, S Voice (o assistente digital criado da Samsung) e PlayGalaxy Link (voltado para videogames), que nem chegou a sair da fase beta.

publicidade
Novas prioridades

Então, em seu lançamento, o aplicativo de tradução automática, que contava com reconhecimento de voz e função de texto para fala, fora bem recebido pelos usuários. O ponto de virada foi a chegada do assistente de voz da Samsung, o Bixby, em 2017, que vai muito além de tradução. Em questão de prioridades, já então a Samsung abandona o S Translator.

No final das contas, o S Translator realmente oferecia poucas opções de línguas. Atualmente, o aplicativo pode traduzir palavras e frases em alemão, chinês simplificado, coreano, espanhol, francês, inglês americano, italiano, inglês do Reino Unido, japonês, português brasileiro e russo. Por outro lado, o Bixby ainda oferece tradução para menos línguas que o Google Translate e Microsoft Translator.

Segundo a Samsung, as informações e dados pessoais coletados pelo S Translator serão deletados assim que o serviço sair do ar.

Via: AndroidHealines

publicidade