Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A La Liga, nome dado à principal competição espanhola de futebol, fechou parceria com a CVC, empresa de private equity do país, para lançar sua própria plataforma de streaming. Segundo o jornal online El Confidencial, a ideia é fazer a transmissão própria dos jogos do Campeonato Espanhol, inclusive dos dois times mais poderosos do país: Barcelona e Real Madrid.

O acordo renderia à organizadora de futebol espanhola aproximadamente 2,7 bilhões de euros (cerca de R$ 16,5 bilhões). Além disso, renderia aproximadamente 10% da receita dos pacotes negociados e mais 10% da participação em uma empresa recém-formada, que abriga uma série de atividades comerciais da Liga.

publicidade
Briga à vista

Caso se confirme o negócio e o streaming para a transmissão dos jogos da Liga espanhola de futebol seja lançado, uma chamada “briga de cachorro grande” terá início. Isso acontecerá porque a Telefonica, que hoje paga 1 bilhão de euros por temporada pelos direitos de transmissão dos jogos, negocia pacotes de futebol com seus clientes.

O contrato da Telefonica com a responsável pelo futebol espanhol expira em 2023, e tem como parte envolvida a francesa Orange. Essa empresa tem acordo de sublicenciamento e, por meio dele, paga para a Telefonica pelos direitos de transmissão dos jogos da temporada 2021/2022.

Os clientes da Movistar pagam até 130 euros por mês para curtir o futebol da Liga Espanhola ao vivo, mas o acordo costurado entre La Liga e CVC quer cobrar, por um pacote simples de streaming (sem telefone ou outros serviços), aproximadamente 13 euros, ou seja, dez vezes menos.

A Telefonica e a Orange não se posicionaram até o momento sobre o vazamento do jornal espanhol a respeito do possível futuro serviço de streaming. Também não há, por enquanto, uma data estipulada para o novo serviço ser disponibilizado aos interessados.

publicidade

No Brasil, algumas empresas de streaming já comercializam pacotes de futebol, mas com a anuência da TV Globo, detentora dos direitos de transmissão dos principais campeonatos do País. É o caso do Amazon Prime Vídeo e da DirecTV GO.

Via Reuters

Imagem: M Fava/iStock