Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

As expectativas sobre a bateria do iPhone 13 estão cada vez mais fortes a respeito de tamanho maior e preservação da autonomia, como mostramos aqui. O aumento de capacidade acompanhado de recursos como o aways-on, que permite ao usuário (resumidamente) ter acesso às informações mesmo sem a tela estar ativada, mostra um foco da Apple em manter o celular o maior tempo possível fora da tomada.

Segundo as informações vazadas em junho, toda a linha do iPhone 13 deverá surgir com baterias maiores. O iPhone 13 Pro Max deve subir dos 3687 mAh existentes nas versões do iPhone 12 para 4352 mAh, enquanto os modelos Pro regulares devem ir dos 2815 mAh da linha atual para 3095 mAh. Até mesmo o iPhone 13 Mini terá maior autonomia, já que o próximo celular compacto da Apple traria célula de 2406 mAh, ao invés de vir com 2227 mAh de capacidade.

publicidade
Mais capacidade não é tudo

Esse aumento da capacidade, combinado aos recursos do futuro processador A15, temos mais um reforço nessa questão de autonomia dos aguardados celulares Apple. Os chips, segundo rumores, adotará uma arquitetura de design de dois núcleos grandes mais quatro núcleos pequenos na parte da CPU, o que aumentará o desempenho em 20% em comparação com a CPU do chip A14. Não só isso, o A15 deve oferecer 30% a mais de eficiência energética, deixando ainda mais sólida a impressão de que o iPhone 13 pode ter a melhor duração de bateria que já vimos em um iPhone até agora.

Como falamos no começo, a função always-on é muito bem-vinda para a vida da bateria. Porém, a parte de tela também traz menos desgaste em inéditas taxas de atualização de 120Hz com tecnologia adaptativa LPTO, que permite funcionamento em frequências baixíssimas, antes dos 60Hz. Obviamente, isso traz uma condição favorável para a economia de energia.

A melhor autonomia da bateria tem tudo para ser um dos principais diferenciais do iPhone 13 e é bem observada por conta da média entre recursos e aumento de capacidade de células. Aliás, o futuro celular Apple, assim como o iPhone 12, virá sem carregador na caixa e, segundo rumores, deverá ter carregamento de 25W, igualando ao potencial dos flagships da Samsung.

Via ZDNet

publicidade