Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O iCloud+, serviço premium de armazenamento da Apple, permite que o usuário use o “Hide My Email” diretamente em apps para esconder o email atrás de um endereço eletrônico aleatório. O recurso faz parte da próxima atualização para o iOS 15, mas já está disponível no beta do sistema operacional.

publicidade

A medida de privacidade da Apple tem o mesmo nome da opção Hide My Email (Ocultar Meu Email) lançada no fim do ano passado — embora as funções sejam diferentes. Enquanto o primeiro protege apenas na hora de logins, o email aleatório do iCloud+ pode ser ativado e desativado quando necessário, criando “endereços falsos” sob demanda.

Na prática, a diferença está no nível de controle do usuário. Ele funcionará assim: o app irá gerar um endereço aleatório, formando nomes com números e letras, junto à terminação “@icloud.com” e será redirecionado para a caixa de entrada do usuário. Esse recurso é parecido com o que o Google já oferece no Gmail.

Vale lembrar: o recurso faz parte apenas do pacote premium da Apple, com valores que vão a partir de R$ 3,50 no Brasil.

Cuidado extra com os ataques por email

A opção do gerador de email aleatório para iCloud+ é uma das medidas de privacidade anunciadas para evitar que os assinantes recebam mais spams e tentativas de golpe virtual em seus endereços oficiais. Considerando que o mesmo endereço é utilizado para centralizar inúmeros acessos de importância do ecossistema, toda decisão que resulte em maior proteção a identidade digital é sempre bem-vinda.

publicidade

Cada email aleatório será gerenciado diretamente na aba de configurações do iCloud, e também permitirá a aplicação de etiquetas e anotações, para lembrar a que se destinam cada cadastro. Assim, se o site vazar o banco de dados, o usuário estará mais seguro contra bombardeios de spam e outros ataques pela caixa de entrada.

Via CNet

Imagem: hanibaram/iStock