Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, revelou que o próximo lançamento da empresa na indústria de hardwares será um óculos smart em parceria com a tradicional fabricante Ray-Ban. A declaração foi dada durante teleconferência para funcionários do Facebook na última quarta-feira (28/07).

Segundo Zuckerberg, os óculos do Facebook manterão o design icônico da Ray-Ban e permitirão que o usuário faça “coisas bem legais”. O executivo não entrou em muitos detalhes sobre o novo dispositivo, mas o descreveu como um trampolim em direção ao mundo do Metaverso, um espaço cibernético paralelo à realidade física que vai fundir a vida real com a virtual. Zuckerberg vê o espaço como o próximo passo na evolução da internet móvel.

publicidade

“Você vai ser capaz de acessar o Metaverso em todos os diferentes dispositivos em diferentes níveis de fidelidade — de aplicativos em telefones e PCs a dispositivos virtuais imersivos e de realidade aumentada. Dentro dele, você será capaz de sair, jogar com amigos, trabalhar, criar e muito mais”, frisou.

Semelhanças com o Echo Frames

Desde o ano passado, sabe-se que o Facebook planeja construir um óculos inteligente para substituir smartphones — a iniciativa faz parte do Project Aria, um projeto de pesquisa de realidade aumentada para wearables. Pelo que foi noticiado à época, os óculos não deveriam vir com tela integrada, colocando-os na mesma categoria de dispositivos como os Amazon Echo Frames, isto é, um óculos de sol com emparelhamento Bluetooth e alto-falante direcional. Mas isso parece estar em contradição esses comentários sobre integração – ou o projeto é diferente ou de alguma forma óculos sem tela entram nisso de um Metaverso de realidade virtual e aumentada. Também especula-se que o dispositivo terá reconhecimento facial.

Por outro lado, o anúncio do óculos Ray-Ban não vem em hora surpreendente para o Facebook. No início da semana, a empresa decidiu pausar a venda do Oculus Quest 2 após usuários reclamarem que o headset de realidade virtual e aumentada causava irritações de pele. Trazer tal próximo lançamento para os holofotes, portanto, não deixa de ser uma estratégia de contra-ataque à péssima publicidade recebida pelo wearable da empresa americana nos últimos dias.

De qualquer forma, Zuckerberg se diz entusiasmado com o projeto. “Estou animado para colocá-los nas mãos das pessoas e seguir na jornada em direção aos óculos de realidade aumentada como será nos futuros óculos inteligentes da Amazon”, disse na teleconferência. Ainda não há previsão de lançamento para o novo óculos.

publicidade

Via Android Central e Ars Technica

Imagem: Zdan Ivan/Shutterstock