Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Representando um belo upgrade em relação ao Galaxy A21s, o Galaxy A22 ganha lançamento no Brasil. Lá fora o principal apelo do dispositivo é oferecer 5G em uma faixa de preço em que são encontrados smartphones de entrada. Por aqui, porém, ele chega com 4G, se posicionando como posição interessante frente a concorrentes que cobram parecido.

Começando pelo design, o Galaxy A22 troca a lente vira furo central por um notch no mesmo alinhamento. Trazendo uma tela AMOLED, ainda há uma borda mais saltada na região inferior do aparelho. O display é de 6,4 polegadas, com resolução HD, e animará alguns presença da taxa de atualização de 90Hz.

publicidade

Imagem frontal do Samsung Galaxy A22

O conjunto de câmeras também passou por melhorias em relação ao A21S: o lançamento do Galaxy A22 no Brasil chega com estabilização óptica na lente principal, mantendo três sensores adicionais para fotografias ultra-wide, macro, e modo retrato. Selfies são providas pela câmera frontal de 13 megapixels.

Finalmente NFC

Outro upgrade do Galaxy A22 em relação ao A21S diz respeito ao armazenamento interno: o lançamento no Brasil se dá com uma variante com 128 GB de espaço em disco, com 4 GB de memória RAM. O processador é o MediaTek Helio G80. Finalmente, o dispositivo também traz NFC — algo que a geração anterior ficou devendo, por isso não era compatível com o Samsung Pay para aproximação.

Para bateria, no Galaxy A22 temos os mesmos 5000 mAh do A21s, mas com carregamento rápido de 15W. O modelo sai de fábrica com Android 11, com a interface personalizada One UI. Disponível nas cores preto, violeta, branco, e verde, o lançamento no Brasil vem a R$ 1,9 mil. Você pode conferir outros modelos intermediários nesta faixa de preço no nosso comparativo — e concluir se a novidade é um bom negócio para você ou não.

publicidade