Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Realme vem colocando muitos smartphones no mercado — inclusive no Brasil. Agora, a segunda geração da sua smartband poderá incrementar o catálogo. A Realme Band 2 vazou em imagens completas, entregando seu design e também muitos dos recursos.

Para começar, as fotografias deixam claro o desejo de se afastar de uma smartband tradicional e se assemelhar mais a um smartwatch. É algo que a Huawei procurou fazer com a Watch Fit. Assim, a Realme Band 2 deverá fornecer uma tela de 1,4 polegadas, em dimensões totais de 45.9 mm x 24.6 mm x 12.1 mm.

publicidade

Como a maioria das pulseiras inteligentes do mercado, a nova smartband da Realme deverá oferecer sensores de monitoramento cardíaco, oxímetro, e pressão sanguínea. Certificações já mostraram que ela trará conectividade Bluetooth 5.1. É um belo upgrade em relação ao 4.2 da primeira iteração. O protocolo mais atual tem como vantagem estabilidade de conexão em até 40 metros de distância — e maior largura de banda para troca de dados.

Imagens da Realme Band 2 em todos os ângulos

Imagem: OnLeaks

Sem apps

As imagens da Realme Band 2 mostram um produto que buscaria se passar por um relógio inteligente, mas cabe destacar que as similaridades deverão mesmo acabar por aí. Não é previsto um sistema operacional “completo” como o WearOS capaz de rodas apps, ou mesmo de trabalhar autonomamente em uma rede LTE.

Imagens da Realme Band 2 em todos os ângulos

Imagem: OnLeaks

A estratégia da chinesa deverá repetir a do primeiro modelo: preço agressivamente baixo. A Realme Band original chegou às prateleiras pelo equivalente a R$ 138 (em conversão direta hoje, 20/07). Apesar de o preço da segunda iteração ser um mistério, dificilmente pulará de patamar. Vale lembrar, este segmento tem muita concorrência: Huawei, Xiaomi, e Oppo são apenas algumas das “irmãs” de nacionalidade com produtos similares — e na mesma faixa de preço.

publicidade

Via Digit India