Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Twitter anunciou uma atualização nas regras do Twitter Transparency, seu relatório de transparência, plataforma que busca prestar contas aos usuários sobre os trabalhos da rede social em proteger a privacidade dos usuários e evitar a manipulação de notícias e a propagação de informações que beneficiem governos. A mudança está no relatório de métricas do Twitter, que passa a adotar um novo sistema de impressões em que revela o número de visualizações que um tweet teve antes de ser removido da plataforma.

De acordo com o Twitter, o relatório de transparência identifico que, durante o segundo semestre de 2020, ao menos 0,1% dos tweets removidos pela plataforma foram correspondentes a publicações com algum tipo de informação falsa ou que apresentava um comportamento que viola os termos de uso da plataforma. Ainda segundo a rede social, aproximadamente 77% deles receberam menos de 100 impressões antes de sofrerem medidas corretivas; 17% deles tiveram entre 100 e 1.000 impressões e apenas 6% contaram com mais de 1.000 views antes de serem removidos.

publicidade
Informações sobre a Covid-19 foram prioridade

Segundo o Twitter, em decorrência a pandemia de Covid-19, durante o período, a equipe de atualização e transparência priorizou a remoção de conteúdo prejudicial a saúde, contendo informações falsas que pudessem induzir seguidores ao risco.

Entre julho e dezembro de 2020, o Twitter verificou mais de 10 milhões de contas em um processo que consiste na verificação se os usuários são verdadeiros e na propagação de spam do conteúdo publicado.  Estas medidas são chamadas pela plataforma de desafios.

Twitter enfrenta desafios quanto a transparência

Apesar dos esforços, o resultado ainda está longe de ser considerado satisfatório. De acordo com a rede social, o número de contas removidas suspensas foi de apenas 597, enquanto outros 1.500 perfis foram suspensos e cerca de 43 mil publicações envolvendo fake News foram removidas da plataforma.

Em uma rede repleta de bots e ataques coordenados como o Twitter, o número ainda está abaixo do esperado. Mesmo aprimorando o sistema de identificação de usuários reais com meios de autenticação por dois fatores e expandindo o meio de verificação de contas, a rede social ainda apresenta falhas nos seus processos, como mostra uma pesquisa que identificou que ao menos seis usuários falsos ganharam o selo de certificação da rede.

publicidade