Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Usuários do Google começaram a notar em suas buscas avisos de que os resultados encontrados estão “mudando rapidamente”, o que significa que não são confiáveis. O alerta que aparece, dependendo da busca que está sendo feita, reforça na tela o risco de informação ruim, dizendo que “se este tópico for novo, às vezes pode levar algum tempo para que os resultados sejam adicionados por fontes confiáveis”.

Uma das primeiras pessoas que notou o aviso do Google foi a pesquisadora Renee DiResta, que tem como foco de estudo justamente a desinformação e como as narrativas se espalham. Há poucos dias, no Twitter, DiResta postou que foi a primeira vez que viu essa resposta da Pesquisa Google, afirmando ser um passo positivo para a empresa comunicar que algo é novo/recente e destacar que “os fatos não são todos conhecidos ou o consenso sobre o que aconteceu ainda está sendo formado”. A pesquisadora fazia uma busca por uma história de guerra cultural de última hora.

publicidade
Um novo aviso na Pesquisa para resultados em rápida evolução

Danny Sullivan, vinculado à articulação pública para pesquisa do Google, postou hoje no blog da empresa sobre o aviso de resultados não confiáveis. O perfil oficial no Twitter trouxe um resumo, informando que, “agora, se houver um tópico em alta ou nos trending topics, e os sistemas do Google ainda não detectaram muitas fontes confiáveis, você verá uma nova mensagem sugerindo que os resultados podem continuar mudando. É parte de nosso esforço contínuo de alfabetização em pesquisa”.

publicidade

No blog, há a informação de que a empresa treinou seus sistemas para detectar quando um tópico está evoluindo rapidamente e uma variedade de fontes ainda não foi avaliada. De acordo com o Google, o aviso tem como função indicar que pode ser melhor para o usuário verificar os resultados mais tarde, quando mais informações de uma ampla gama de fontes podem estar disponíveis. O post também informa que os novos avisos estão sendo lançados em inglês nos EUA para começar e que há a intenção de expandir esses e outros recursos relacionados nos próximos meses (será que demora para chegar no Brasil?).

Apesar de boas impressões sobre a novidade, ainda há algumas dúvidas, por exemplo, sobre quais fontes o Google considera confiáveis ​para um determinado resultado de pesquisa. Também não há um critério claro sobre quantas fontes confiáveis ​​precisam ser avaliadas antes que um tópico de notícias de tendência questionável perca o rótulo de não confiável.

Via The Guardian e Vox