Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Saindo do forno neste instante, o Realme C25 pode se mostrar um concorrente forte para os celulares na mesma faixa de preço (baratinha), pelo menos em seu lançamento. O preço de tabela é mais alto, mas ele certamente vai ser vendido com bons descontos no futuro. Mas, como ele se sai na comparação?

Testando o Realme C25, fornecido ao Vida Celular pela companhia, a primeira coisa que me chamou a atenção foi a velocidade do carregador de 18W (9V/2A). A bateria foi, nos meus testes, de 16% a 50% em 60 minutos, com o celular ligado. A bateria de 6000 mAh, quando totalmente carregada, pode durar até 48h com uso moderado (por uso moderado, quero dizer: uso do celular trabalhando de casa na pandemia, ficando mais tempo no PC durante o dia, e usando mais o celular à noite para jogar Plants vs. Zombies).

publicidade
Transferência complicada

Um aspecto um tanto frustrante do C25 é para repassar os dados e apps do seu celular antigo para o Realme C25. É preciso procurar um link para leitura de QR Code digitando o link manualmente no Google. Depois clicar repetidas vezes Permitir, para aprovar o compartilhamento de dados. Clicar em Não Permitir para 0 processo. A função de transferir as informações do seu celular antigo para o C25 se chama “clonar celular”, o que talvez não seja uma boa escolha de palavras em português brasileiro, mas pode ser apenas uma questão dos celulares de teste.

Mas em usabilidade, o Realme C25 é realmente rápido, um grande update para meu bem desatualizado Motorola One, de 2018. Um update esperado para quem compra um celular nessa faixa de preço.

As páginas da internet e jogos carregam muito mais rápido, e a definição de imagem deu um salto em 3 anos. A taxa de atualização da tela é muito boa. O Realme oferece três opções de desbloqueio: reconhecimento facial, impressão digital e senha. Vai de você, todas funcionam.

Fotos ótimas pelo que ele custa

Mas o que achei realmente digno de nota no Realme C25 foram as câmeras. O modelo C25 tem três câmeras traseiras, uma tripla de 48MP (com inteligência artificial), uma câmera primária de 48MP, e uma câmera com lente macro de 2MP.

publicidade

A câmera frontal tem um modo Retrato que atenua automaticamente manchas e imperfeições. Essa função é bem impressionante mesmo, rendendo selfies dignas do Instagram das Kardashians na hora, com opção de filtros para afinar o rosto e o nariz, além de aumentar os olhos e o queixo.

Ou, testando aqui mesmo o Modo Retrato, mais bonito (opinião enviesada):

Cachorro em teste de imagem do Realme C25

Quanto às câmeras traseiras, o Realme 25C tem câmera Tripla de 48MP, uma câmera primária também de 48MP, e uma lente macro de 2MP. O smartphone conta com uma opção Especialista, que permite controlar manualmente funções como balanço de branco, foco, sensibilidade do sensor à luz, e velocidade do obturador. Com essa função é possível fazer fotos de longa exposição, por exemplo, sem ter que baixar um app.

O Realme C25 tem uma câmera macro de 2MP, que rende fotos ótimas de detalhes, segundo meus testes. O smartphone da Realme também conta com uma função de foto panorâmica, mas pessoalmente, tive alguns problemas para fazer a panorâmica perfeita, com a parte final saindo borrada. Talvez fosse necessário um tripé ou uma mão mais estável.

No geral, achei o Realme C25 um celular muito bom e prático, atraente para sua faixa de preço, mas com espaço para possíveis melhorias na usabilidade.

O C25 entra em pré-venda no Brasil hoje (23 de junho), pelo preço promocional de R$ 1.199,00. A pré-venda vai até 1º de julho, depois o preço passa a ser R$ 1.599, mas aí, de barato para o que ele custa, ele passa a ser justamente o contrário.