Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Uma atualização do YouTube para iOS irá finalmente trazer o suporte ao Picture-in-Picture, o modo de reprodução de vídeo fora do aplicativo, para dispositivos do ecossistema da Apple. O formato, que reproduz o vídeo em uma janela menor enquanto o usuário navega ou utiliza outro programa, estava apenas disponível para usuários premium do app no Android.

A informação veio direto dos desenvolvedores em entrevista ao MacRumors, anunciando que a função estaria primeiro presente aos usuários premium do YouTube no iOS nos Estados Unidos, mas que eventualmente chegaria a contas gratuitas também. Confira a declaração:

publicidade

“O Picture-in-Picture (PiP) permite aos usuários assistir vídeos em um pequeno reprodutor enquanto navegam simultaneamente fora do aplicativo do YouTube em seus dispositivos móveis. Nós estamos começando a lançar o PiP para membros do YouTube Premium e planejamos lançar PiP para todos os usuários do iOS nos Estados Unidos também.”

A confirmação do modo Picture-in-Picture do YouTube para iOS desmente alguns rumores de que a função só chegaria para os usuários pagantes. Porém, até o momento não há nenhuma previsão da funcionalidade chegar ao Brasil ou em outros países nos mesmos critérios.

Recurso é briga antiga entre iOS e YouTube

O modo Picture-in-Picture representa uma disputa antiga entre o YouTube e o iOS. Por padrão, o sistema operacional permite a reprodução de vídeos em segunda tela, enquanto o usuário navega e realiza outras atividades. Porém, a plataforma nunca permitiu a presença do recurso, já que a reprodução em segundo plano era exclusividade dos assinantes premium, junto aos vídeos sem comercial.

Até então, os usuários utilizavam a função acessando a página do site de vídeos no Safari, utilizando-a a partir do navegador. Assim que o YouTube desativou a modalidade no navegador, os usuários de iOS passaram a abusar dos Atalhos para contornar as restrições e assistir o vídeo em janela paralela.

publicidade

Imagem: Omar Marques/Getty Images