Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple deve implementar em toda a linha do iPhone 13 uma coisa que era exclusiva do iPhone 12 Pro Max: a estabilização mecânica. Mas não qualquer uma: diferente da estabilização mecânica de outros aparelhos, a tecnologia chamada sensor-shift move diretamente o sensor de captura no lugar das lentes ou a câmera inteira. O sistema é muito parecido com o adotado em câmeras de vídeo profissionais e deixa o sensor dentro de um compartimento com espaço para a movimentação.

As evidências dissof oram levantadas pelo DigiTimes. As informações dão conta de que a empresa expandiu muito a demanda para esses sensores durante a produção do iPhone 13. De acordo com o site, os fabricantes das boninas especiais foram orientados a aumentarem a capacidade de produção entre 30% e 40% para atenderem a demanda do iPhone. A expectativa é que os pedidos da Apple para o motor superem, em números, todos os pedidos para smartphones Android.

publicidade

Outras atualizações de câmeras que o iPhone 13 deve ter segundo os rumores inclui um pequeno aumento na lente teleobjetiva do 13 Pro, que deve ir de 2x para 2,5x. Além disso, o scanner LiDAR, presente apenas nos iPhones 12 Pro e Pro Max, deve chegar em todos os modelos da próxima geração do smartphone.

Em relação à resolução, os números do iPhone 12 devem ser mantidos no 13, com as principais mudanças sendo na estabilização mesmo. Uma alteração completa no conjunto deve vir no iPhone 14. Como sempre, os novos smartphones da Apple são esperados para o fim do segundo semestre.

Via Digitimes

Imagem: Henry Marsh/Pexels/CC

publicidade