Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após lançar os Realme 7, 7 Pro e 7 5G no Brasil, a chinesa — que anunciou sua chegada ao Brasil no final de 2020 — se prepara para lançar um quarto modelo, o Realme C11 2021. O celular foi homologado pela Anatel e com isso a fabricante já está autorizada pela agência a comercializá-lo no mercado.

De certa forma, o Brasil foi “privilegiado” (abaixo, a razào para as aspas). O modelo ainda não foi oficializado em nenhum lugar do mundo, mesmo que o comércio digital russo já tenha disponibilizado ele em pré-venda. Enquanto o C11 original deu as caras no final do primeiro semestre de 2020, a nova versão já foi alvo de alguns vazamentos, mas com informações nunca confirmadas pela marca. Como a documentação não entrega grandes características de hardware, tudo que pode-se esperar é que ele chegue com características de um smartphone de entrada.

publicidade

Documento da Anatel com fotos do Realme C11 2021 homologado no Brasil

Por exemplo, os russos indicam a presença de um processador Unisoc SC9863 de gigantescos 28nn. O chip é bastante básico e tem um processo de fabricação antigo. Apesar disso, o celular deverá oferecer algumas características interessantes para quem gosta de telas grandes, com um painel de 6,5 polegadas com resolução HD. Sua bateria teria 5.000 mAh. A câmera traseira viria com 8 MP, e a frontal com 5 megapixels. A ser vendido nas cores preto e azul, o celular deverá ter 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno.

O que mais chama a atenção no modelo é que, assim como Realme 8 Pro, ele parece oferecer uma série de downgrades em relação ao produto geracional anterior. Isto, porém, vem se refletindo no preço: o novo Realme C11, que chegará ao Brasil, está sendo comercializado na Rússia ao equivalente a R$ 589 (em conversão direta hoje, 14/05).

publicidade