Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O futuro Honor 50, smartphone que está sendo esperado para chegar ao mercado em junho, possivelmente apresentará um design inovador para as câmeras traseiras, confirmando o que vem sendo especulado desde meados do mês de abril. As informações mais recentes foram divulgadas pelo leaker conhecido como Zealer, em sua conta no Weibo, principal rede social da China.

O informante postou uma imagem do Honor 50 na cor azul, e confirmou, caso a foto seja real, que o dispositivo chamará a atenção por seu conjunto óptico traseiro bem peculiar. Ele será formado por dois grandes anéis, sendo que o segundo terá dentro dele duas câmeras. A câmera principal, que ofereceria 50 megapixels de resolução, ficaria isolada no anel superior. O anel inferior, por sua vez, teria duas lentes, sendo uma periscópio, de 13 megapixels, e uma ultrawide, de 8 megapixels.

publicidade
O que mais se sabe?

Além da possível confirmação do design de câmeras inovador, outras especulações já deram mostras do que pode se esperar do Honor 50, futuro flagship da marca. A ideia é que ele seja lançado em duas variantes, com processadores diferentes e, consequentemente, preços também distintos.

Imagem mostra Honor 50, que será lançado em breve

Reprodução/Weibo

A versão de entrada do Honor 50 seria equipada com o processador MediaTek Dimensity 1200, enquanto a Pro apresentaria o Qualcomm Snapdragon 888 sob o capô. Os valores partiriam de 4.000 yuan (R$ 3,25 mil) para o Honor 50 com o chipset MediaTek, e 5.000 yuan (R$ 4,06 mil) para o equipado com o Qualcomm, ambos com o mesmo design de câmeras. As duas versões também devem apresentar taxa de atualização de tela de 120Hz e acesso aos serviços do Google.

Via GSM Arena e Sparrows News

publicidade