Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O iOS 14.5 para iPhone e seu sistema anti-rastreamento de dados foi lançado oficialmente. O update é compatível com todo smartphone a partir do 6S lá de 2016. E parece que as primeiras estatísticas sobre a adesão a essa ferramenta de privacidade começam a chegar, mas não pela Apple.

A Flurry é uma agência de análise para o mercado de apps propriedade da Verizon Media. Mesmo sendo um produto de terceiros, os dados coletados por ela são sólidos, já que seu plugin de observação de comportamento roda em mais de um milhão de aplicativos, em mais de dois bilhões de dispositivos mensalmente. O que ela mostra é que a maioria esmagadora dos donos de um gadget iOS está caindo fora da personalização de anúncios, o que é uma péssima notícia para a indústria publicitária.

publicidade

Nos Estados Unidos, a Flurry relata que 96% dos donos de iPhone e iPad estão desabilitando o rastreamento de dados. Imagine que, em poucas semanas, muitos serviços de publicidade perderam importantes ferramentas de segmentação e filtragem, permitindo aos anunciantes colocarem no ar campanhas um tanto imprecisas, já que apenas 4%, segundo a agência, está autorizando o acompanhamento digital para ads mais certeiros.

A nível global, o número é menor, mas ainda impactante: 88% dos usuários está impedindo o rastreamento de dados, enquanto 12% não se incomodam. As amostras foram de 2,5 milhões de iPhones para o mercado norte-americano, e 5,3 milhões para o global. Tudo isso metrificado a partir de dados coletados em 24 horas.

Personalizar publicidade no iPhone só com autorização do uso de dados

Quem está por fora do novo sistema anti-rastreamento da Maçã, ele se trata de uma ferramenta de privacidade que obriga os apps solicitarem o acompanhamento do identificador de publicidade usuário a usuário. Apps que bancarem os espertos e não mostrarem a pop-up serão punidos com o banimento da App Store, loja única para apps e jogos no iOS.

Muitas desenvolvedoras têm reclamado disso, e o Facebook está ameaçando acabar com sua era gratuita caso precise abdicar da personalização de publicidade. A Apple não deu sinais de que iria recuar, mesmo quando houve grande esforço de empresas chinesas para boicotar a novidade.

publicidade

Via Mac Rumors