Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Já é notória a nova versão do iOS que traz um recurso que dá ao usuário a possibilidade de impedir que apps rastreiem seus dados. A tecnologia chamada de anti-rastreamento já gerou bastante polêmica no mundo das BigTechs, que acham que vão perder dinheiro com isso. Ao atualizar o iPhone para o iOS 14.5, o usuário passa a receber um aviso de privacidade de que os apps querem rastrear, podendo permitir ou não. Só que os alguns celulares atualizaram e não receberam aviso nenhum.

Foi um bug? Não. Na verdade, você pode já ter optado por não ser rastreado anteriormente e nem se lembrou. É que a versão anterior do iOS já tinha um recurso chamado Limitar Rastreamento que também exibia um aviso de privacidade perguntando se o dono do iPhone gostaria de limitar os dados que eram rastreados.

publicidade

Quem não estava sabendo da novidade (ou simplesmente não queria ser limitar o rastreio) deve ter cancelado no primeiro momento e, com isso, voltou a receber o aviso de permissão com o iOS 14.5. Mas quem já tinha limitado o acesso dos apps aos dados do aparelho, não recebeu os pop-ups. Isso porque a ferramenta anterior foi substituída pela nova que assimilou as permissões registradas.

Como funciona o anti-rastreamento?

Por padrão, o sistema anti-rastreamento vem desabilitado. Se você quer ter um controle maior sobre quais apps podem coletar seus dados, é preciso ativar a opção. Para isso, vá em Ajustes, em seguida selecione Privacidade e, depois, Rastreamento. Haverá a opção de ativar o anti-rastremaneto logo no topo. Também haverá uma lista dos seus aplicativos com um botão de ativar/desativar, assim você pode selecionar pela lista quais apps terão permissão ou não de te rastrear.

Mas, não pense que o anti-rastreio é realmente uma forma de estar absolutamente livre de qualquer tentativa das empresas usarem seus dados para publicidade. O que a Apple faz é impedir o acesso das empresas às linhas de código do Identificador para Anúncios (IDFA), isso porque ele carrega informações pessoais do usuário. Mas, outros tipos de dados mais básicos continuarão a ser coletados.

Mesmo que algumas empresas estejam planejando mecanismos para burlar essa política, a fabricante do iPhone já alegou que tomará providências. Ao identificar que um aplicativo possui recursos para coletar dados do usuário que não sejam liberados, a Apple irá notificar a desenvolvedora para que corrija a situação em até 14 dias ou terá o produto removido da App Store.

publicidade

Via Fast Company