Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Lançado em abril de 2017 como grande atração da Samsung, o Galaxy S8 chegou ao fim da linha nesta terça-feira (04/05). A empresa sul-coreana não disponibilizará mais suporte de software para o S8 básico e também para a versão S8+ do antigo flagship.

A descoberta foi feita pelo pessoal do site WCCFTECH, que vasculhou a lista de dispositivos elegíveis para novas atualizações no site da Samsung e não encontrou mais as duas variantes do Galaxy S8 na relação. Os dois outros modelos ainda listados para novos patchs são o S8 Active e o S8 Lite, que foram lançados mais tarde e, portanto, estão dentro dos quatro anos prometidos pela fabricante. O primeiro receberá, por mais um tempo, pelo menos, atualizações trimestrais, enquanto o segundo receberá o upgrade de seis em seis meses.

publicidade
Sucesso de vendas

O Galaxy S8 e sua variante S8 + foram verdadeiros sucessos quando lançados pela Samsung, em 2017. Segundo comunicado postado no próprio site da empresa, os flagships bateram recordes na América Latina, e venderam até 50% mais do que o S7 e o S7 Edge na região, principalmente no Brasil, no México e na Argentina.

Além disso, o Galaxy S8, agora órfão de novas atualizações, também foi o celular Android mais vendido do planeta há quatro anos, de acordo com relatório da Strategy Analytics, compartilhado com a reportagem da Cnet em agosto de 2017. Segundo os dados divulgados, a Samsung comercializou 10,2 milhões de unidades do flagship somente no terceiro trimestre daquele ano.

Imagem mostra mão segurando o Samsung Galaxy S8

Abdul Hakeem/Pixabay/CC

As vendas do Galaxy S8 continuaram fortes no Brasil mesmo depois da chegada dos sucessores. Recentemente, um relatório da Trocafone, startup que atua no setor de recommerce (revenda de aparelhos usados), com compra e venda de smartphones e tablets tanto no Brasil quanto em outros países da América Latina, registrou um aumento de 60% na venda de smartphones desde março de 2020, quando a pandemia teve início. Entre os aparelhos mais vendidos está justamente o Galaxy S8, atrás apenas do iPhone 7, da Apple, e do Galaxy S9, também da Samsung, e que chegou ao Brasil em 2019.

Um S8 é encontrado atualmente no site a partir de R$ 989, investimento que pode até valer à pena, se o usuário que está procurando por um Galaxy não se importar em não receber novas atualizações.

publicidade

Via Android Police

Imagem: Prayad Kosasaeng/Pixabay/CC