Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Alguém se lembra das famosas meias para iPod? Pois é, a Apple parece estar trabalhando para substituir (ou dar uma opção para) a capa de silicone do iPhone por uma de crochê. A fabricante de Cupertino solicitou a patente relacionada a uma “capa de tecido personalizado para dispositivos eletrônicos”, com opções para revestimento tricotado na parte traseira. O pedido foi feito ao escritório de patentes dos Estados Unidos em 19 de janeiro de 2018, mas só agora veio a público.

Os croquis na patente descrevem capas de crochê relativamente rígidas, não muito diferente dos modelos de silicone produzidos atualmente para o iPhone. Isso porque, embora mencione a produção têxtil como base para o produto, a Apple tenta adaptar sua manufatura a diversos tipos de material.

publicidade

“[A capa] pode ser formada por plástico, vidro, cerâmica, compostos de fibra, metal (por exemplo, aço inoxidável e alumínio) e outros materiais adequados, ou uma combinação de dois, ou mais desses materiais”, descreve a patente. “O pano para a capa removível pode ser tecido, tricotado (com fios de trama ou teia) ou entrançado e pode ser formado usando outra técnica de entrelaçamento de fios.”

Ainda segundo a patente, há a possibilidade do usuário de iPhone escolher ou fornecer uma imagem digital à Apple, que a converteria em uma capa de crochê personalizável. “O equipamento de computação pode usar software de processamento de imagem para reduzir a resolução e o número de cores na imagem digital de acordo com as especificações da máquina têxtil”, diz o registro.

Detalhe da patente mostra processo de criação de tecidos para capa de iPhone usando crochê

Detalhe da patente mostra processo de criação de tecidos para capa de iPhone usando crochê (Escritório de Marcas e Patentes do EUA/Reprodução)

Justificativa “verde”

A Apple, ao mesmo tempo, parece acenar, com essa patente, para a produção de materiais alternativos ao plástico. No próprio texto do pedido, a fabricante de Cupertino faz uma crítica sutil: “As capas de plástico são satisfatórias em certas situações, mas alguns usuários querem um estojo com uma estética diferente. Como resultado, as capas de tecido podem ser desenvolvidas.”

A patente também descreve vários processos para a criação da capa de tecido. Conforme apresentado, seria muito mais do que só uma capa de proteção, isto é, se trataria de um processo de manufatura em média escala e não um tricô caseiro. Vale lembrar que o registro do projeto não garante o lançamento comercial do produto no futuro.

publicidade

Via Apple Insider

Imagem: Tara Evans/Unsplash/CC