Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A Coinbase, plataforma criada para que usuários possam comprar, juntar e enviar criptomoedas como Bitcoin, Ethereum e outras, agora aceita PayPal como método de pagamento. A novidade, por enquanto restrita aos clientes dos Estados Unidos, foi anunciada na página oficial da empresa, com a promessa de expansão para novos centros dentro de um curto prazo.

A partir de agora, se você tiver uma conta ativa no PayPal, pode começar a funcionalidade para comprar até US$ 25 mil (R$ 133,4 mil) em criptomoedas por dia na Coinbase. O interessante é que, com esse método de pagamento, não há a necessidade de o usuário fornecer contas bancárias ou número de cartão de crédito para a plataforma. Tudo é gerenciado pelo PayPal, que já tem essas informações, fato que, em tese, aumenta a segurança do comprador.

publicidade
Como funciona?

A utilização do PayPal na Coinbase para a compra de criptomoedas é tão simples quanto qualquer outra operação que já existe na plataforma. O primeiro passo é escolher qual ativo você deseja comprar (Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple e mais). Na sequência, é necessário optar pelo método de pagamento e, então, em PayPal.

A partir daí, o usuário será levado para a tela de login no PayPal, na qual deverá inserir os dados previamente cadastrados, os quais já estão devidamente associados a uma conta corrente ou a um cartão de crédito. A plataforma lembra que, para a associação funcionar, o e-mail cadastrado no PayPal deve ser exatamente o mesmo utilizado na Coinbase, ou a compra das criptomoedas não será finalizada.

Depois de seguir todos esses passos, o cliente já está livre para comprar a criptomoeda escolhida, respeitando o limite diário que já informamos por aqui. Apesar de estar liberada no momento apenas nos Estados Unidos, a expectativa é que Canadá, Reino Unido e membros sejam os próximos a receber a novidade, pois são os outros centros que, assim como os americanos, já contam com a facilidade de poder sacar dinheiro em caixas eletrônicos por meio do PayPal.

Via Slashgear

publicidade