Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Uma mulher de Nova York está processando a Apple por se recusar a consertar seu iPhone 8 danificado por água. Na ação, Antoinette Smith afirma que a Apple está iludindo os consumidores sobre a real resistência à água de seus aparelhos. Vale lembrar que a empresa de Cupertino também foi processada na Itália pelo mesmo motivo.

Cliente diz que seguiu recomendações da Apple

As especificações do iPhone 8 dizem que a resistência do aparelho é de IP67, o que quer dizer que ele pode ser usado sob até 1 metro de água por 30 minutos. Smith diz que usava seu iPhone seguindo essas especificações, e que a suposta resistência à água foi um dos motivos para ela adquirir esse aparelho em particular. Mesmo assim, o telefone parou de funcionar, e a Apple se recusou a consertá-lo com base nos termos da garantia.

publicidade

iPhones contêm um indicador de contato com líquido, geralmente uma pequena tela branca na lateral, que se torna vermelha se a água penetrar no aparelho. Técnicos da Apple vão examinar esse indicador, e se recusar a consertar aparelhos danificados por água considerando que o usuário perdeu sua garantia.

Para Smith, a Apple está fazendo propaganda enganosa da resistência à água dos iPhones. No processo, ela afirma que a companhia não deixa claro como os aparelhos são testados para resistência à água, ou seja, num cenário de laboratório altamente controlado e usando água destilada. Sais e minerais de água do mar, rio ou piscina podem danificar um aparelho em profundidade muito menor que de 1 metro. Nas letras miúdas dos termos de garantia, a Apple desaconselha os usuário a mergulhar seus aparelhos em qualquer tipo de líquido.

Nas 13 páginas do processo, Smith exige que a Apple mude sua estratégia de marketing quanto à resistência à água, além de pagar por seus danos e despesas legais. Pode parecer uma causa perdida, mas ano passado um tribunal italiano multou a Apple em € 10 milhões, argumentando que a companhia exagera na classificação de resistência à água de seus aparelhos.

Via PhoneArena

publicidade

Imagem: Photo Mix/Pixabay