Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Hoje, a Apple finalmente oficializou as AirTags, mas a Samsung, que já lançou um produto parecido, quis lembrar a todos disso. Assim, um dia antes do evento da rival, a Samsung lançou uma atualização para as suas SmartTags que incluiu um novo recurso de privacidade, uma função que já era prevista para os rastreadores da Apple. Agora, ambos produtos contam com um conveniente serviço que preza pela segurança do usuário.

A atualização para o app Smart Things Find inclui o rastreamento de tags desconhecidas. Explicando, é a possibilidade de saber que na sua bolsa, ou ambiente, há uma Smart Tag que não lhe pertence. Você seguirá não sabendo a quem o produto pertence. E por que isso é útil? É simples, pois evita que outras pessoas mal-intencionadas possam te rastrear usando o seu acessório.

publicidade

Com a função o usuário vai saber quando alguém escondeu o rastreador em algo que você sempre leva na bolsa, mochila ou mala. Ou pior: acompanhar a movimentação do seu carro ou outro veículo. Por questões de privacidade só quem registrou a tag no seu próprio Smart Things Find terá a visualização completa de dados. Ainda assim, a potencial vítima do stalking poderá descobrir tags ao seu redor, e então destruí-las, ou levar à polícia.

Mais conveniência para objetos perdidos em casa

Ok, a Samsung adicionou uma atualização interessante para as SmartTags no quesito privacidade, mas há também novidades para a versão Plus delas. Especialmente úteis para objetos que você perde em casa.

Afinal, no ambiente doméstico, é pouco útil saber que uma chave, bolsa ou carteira está no mesmo cômodo que você. O desafio é desvendar se o objeto foragido está embaixo de um sofá, atrás de uma mesa, ou seja aonde for. Por isso, o Smart Things Find agora consegue utilizar recursos de realidade mista para indicar a posição do rastreador.

publicidade

No comercial divulgado, é possível notar que, quando a SmartTag+ está no campo de visão de câmera — mesmo que o usuário não a veja — uma sinalização visual refina o campo visual, focando em uma área menor de procura. Isso torna a busca menos complicada.

Vale lembrar que as SmartTags+ ainda não estão disponíveis no Brasil, e o pleno potencial delas é desbloqueado com um celular Galaxy que também possua suporte a UWB, a exemplo dos flagships da sul-coreana lançados desde o ano passado.

Via Apple Insider