Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Google Earth liberou nesta última quinta-feira (15/4) uma ferramenta chamada Timelapse que permite aos usuários realizarem uma passagem no tempo para ver as mudanças no globo terrestre. Essa ferramenta havia sido encontrada escondida no código no app para Android, mas ganhou lançamento oficial e está disponível para browser, smartphones Android e pelo software.

Apesar de ser uma novidade, o recurso não recebeu nenhum tipo de destaque e, como não está tão visível, pode ser um pouco complicado localizá-lo. Mas, ao acessá-lo, a aba Timelapse se abre revelando uma barra do tempo que vai de 1985 até 2020. Também são apresentadas as abas internas de Busca, Locais de Destaque e Sobre. Além disso, oferece a possibilidade de ver o os efeitos do aquecimento global, o crescimento urbano, fontes de energia, mudanças nas florestas e ciclos naturais.

publicidade

Busca e Sobre você já deve imaginar para que serve, agora Locais em Destaque é uma novidade. Essa aba traz 10 opções de transformações geológicas que ocorreram com a passagem do tempo para serem observadas no Google Earth, como transformações naturais pela erosão, crescimento das megacidades, avanço da mineração e do desmatamento e mais.

Como acessar o Timelapse

O caminho de acessar a ferramenta de passagem do tempo é o mesmo no Google Earth para browser, app ou software. Ao abrir o aplicativo, clique no item Viajante cujo ícone é um timão. Algumas opções irão aparecer, então é só descer até encontrar o Timelapse.

Na aba do recurso, é possível navegar pelas opções e ferramentas que ele oferece. Inclusive, dá para pausar a barra do tempo, recomeçar a contagem e até parar em um determinado ano para ver como eram as coisas naquele tempo. O ponto negativo é que ao usar o modo Street View, o Timelapse não funciona, o que não permite ver as transformações mais de perto.

Caso você não tenha o app baixado no celular ou computador, basta acessar o site do Google Earth neste link para passar algumas horas vendo a passagem do tempo.

publicidade

Imagem: NASA