Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Em sua página voltada para os projetos de engenharia, o Facebook acabou de anunciar que conseguiu alcançar a meta de operar integralmente com energia renovável. Assim, a empresa segue o bom exemplo da Samsung. Estabelecida em 2018, a meta alcançada abrange apenas as operações dentro dos EUA, mas a empresa tem planos de expandir isso para sua cadeia de produção até 2030.

Entenda os projetos de energia renovável do Facebook

Desde o ano de 2011, a companhia vem investindo em projetos de energia limpa para rodar suas operações. Essas ações estão reduzindo o impacto da emissão de CO2 no meio ambiente. O primeiro deles foi a construção de um vale de captação de energia eólica em Iowa (EUA). A partir desse primeiro experimento, Zuckerberg investiu US$ 8 bilhões (R$ 44,9 bilhões) ao longo dos anos para construir 63 instalações com painéis solares e torres de vento. A maioria das instalações são localizadas próximas às centrais de operação da empresa, isso ajuda a garantir que a captação seja o mais limpa possível.

publicidade

Para complementar a própria produção de energia renovável, o Facebook também compra esse tipo de energia de 18 estados locais e mais 5 países, acumulando um total de 6 GW. Além disso, a empresa também trabalha com um sistema de tarifas verdes, no qual atua em parceria com as fornecedoras de energia elétrica dos EUA garantindo uma taxa de energia renovável para consumidores finais.

Planos para o futuro

Como o Facebook tem planos de crescer sua operação, a empresa também anunciou os planos para garantir que irá continuar operando com 100% de energia renovável no futuro. O primeiro deles é a compra de mais painéis solares e turbinas de vento para ampliar suas instalações de usinas de energia limpa.

O outro envolve os fornecedores do Facebook. Trata-se do programa Cadeia Responsável de Fornecedores, cujo objetivo é investir em mecanismos de extração de carbono de alta-qualidade e outras operações para reduzir os impactos ambientais em sua rede de produção.

Imagem: American Public Power Association (Unsplash)

publicidade