Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A pandemia fez com que muitas empresas acelerassem seus projetos de digitalização. Exemplos mais emblemáticos nesse sentido são aquelas voltadas à educação. Home office também foi incentivado nos segmentos aonde eram possíveis, e mais recentemente opções de lazer e entretenimento implementaram novidades interessantes para evitar contatos desnecessários e aglomerações. Um hotel em São Paulo, por exemplo, está adotando check-in por app.

Se trata do Transamerica São Paulo, que lançou seu app para Android e iOS. Pelo serviço o hóspede confirma não apenas sua estadia, mas também confere cardápios e serviços, evitando assim contato com material impresso geralmente disponível nos quartos.

publicidade

O app também permite a consulta dos protocolos adotados pela rede, como limitação de horários para uso de ambientes comuns, como piscina, academia, restaurante ou rooftop. Futuramente será liberada a possibilidade de abertura da porta dos quartos do hotel também via app, reduzindo não apenas o contato físico com objetos, como diminuindo a necessidade de sair com uma chave durante viagens.

Disney é outro exemplo de digitalização

A iniciativa lembra o recém-implementado recurso de MagicBands virtuais da Disney em seus parques. Os donos de um iPhone podem fazer check-in nos hotéis da rede sem cartão físico ou apps, pagar ingressos e compras com um identificador virtual que fica registrado na carteira virtual da Maçã. Basta aproximar o celular para pagar.

Novidades como check-in ou abertura de portas em hotéis via app ou celular chegam para diminuir o contato com possíveis focos de contaminação pela Covid-19, mas vale lembrar que um dos maiores esforços nesse sentido deve ser o uso de máscaras aprovadas para evitar aerossóis causados por falas, respiração e espirros, além do distanciamento social.

Vale ainda lembrar que a vacinação nos Estados Unidos evolui a passos largos, com alguns estados retomando uma certa normalidade que permite o uso parcial de instrumentos públicos ou privados de lazer. Por aqui ainda não é bem assim.

publicidade