Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Usuários de redes sociais no iPhone têm um motivo a mais para se preocupar, um relatório divulgado pela empresa de armazenamento em nuvem pCloud indica que o Instagram é a rede social mais invasiva e compartilha dados dos usuários.

Um relatório divulgado pela empresa aponta que o Instagram compartilha 79% dos dados pessoais dos usuários com empresas terceirizadas, incluindo informações de compra, dados pessoais e histórico de navegação.

publicidade

Outro dado importante, segundo a pCloud, é que a empresa usa 86% dos dados para vender mais produtos do próprio grupo do qual faz parte (Facebook, WhatsApp) e, dessa forma, te oferecer mais anúncios no feed, que considere “relevante”, tornando o Instagram invasivo.

O que diz o Instagram sobre invasão de privacidade

O Vida Celular procurou a assessoria de imprensa do Instagram para repercutir a notícia internacional e recebeu a seguinte resposta:

“Incorporamos transparência aos nossos produtos e controles que ajudam as pessoas a gerenciar sua privacidade. No entanto, o formato dos rótulos de privacidade da Apple, no qual este relatório se baseia fortemente, é muito amplo e ignora como os dados são usados em contexto. Eles não nos permitem oferecer às pessoas informações específicas sobre os tipos de dados que coletamos e onde os coletamos, o que, infelizmente, leva a confusão”, disse um porta-voz do Facebook, empresa “mãe” do Instagram.

E outros apps?

O Instagram não é o único app do Facebook considerado invasivo, segundo a pCloud. O próprio FB aparece em segundo lugar na lista dos apps invasivos, enquanto Signal, Skype, Google Classroom, Microsoft Teams, Clubhouse e Netflix são os mais seguros, uma vez que não compartilham os dados do usuário com terceiros ou os usam para marketing.

publicidade
Pode isso?

A Lei Nº 13.709, de 14 de agosto de 2018 é também conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados, ou LGPD e trata da proteção do uso de dados pessoais nos meios digitais a fim de proteger a “liberdade, a privacidade e o desenvolvimento da personalidade da pessoa natural”.

Na prática, isso significa que cada pessoa tem o direito de saber o que é feito com os seus dados e de discordar ou não com isso.

A LGPD garante ao cidadão garantias, como o de solicitar que suas informações sejam deletadas ou transferidas, revogar um consentimento etc. Assim, quem achar que o Instagram está sendo invasivo ao compartilhar dados, pode solicitar à rede social uma revisão do que é feito com seus dados.

Apesar de estar em vigor desde o ano passado, as punições às empresas que violarem a LGPD só começarão a ser aplicadas a partir do segundo semestre deste ano.

Via Gadgets360

Imagem: Pixabay / Pexels / CC