Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A plataforma online de games e criação de games gratuitos Roblox teve um início humilde quando foi lançada em 2006, basicamente perdida entre várias outras opções do tipo. Mas, a plataforma foi crescendo de maneira estável desde seu lançamento, e com a pandemia da Covid-19, viu um pico de novos usuários, principalmente crianças até 16 anos nos EUA. Agora, com mais de 164 milhões de usuários ativos por mês, a Roblox abre seu capital para acionistas, como conta o Business Insider.

A Roblox planejava sua entrada para o mercado para dezembro do ano passado. Mas na mesma época, redes como DoorDash e Airbnb também abriram seus capitais, com ações disparando nos primeiros dias e gerando medos de uma bolha de ofertas públicas iniciais (IPO em inglês). Então o CEO David Baszucki decidiu pisar no freio e “procurar um caminho para a Roblox que acreditamos que criará um relacionamento melhor baseado no mercado para nossos acionistas”, ele escreveu num e-mail interno.

publicidade

A Roblox abre seu capital oficialmente agora, no dia 10 de março, através do método listagem pública direta em vez de IPO, como relatou a Reuters. A companhia é avaliada em US$ 29,5 bilhões.

A ascensão

A pandemia explica muito sobre a explosão da Roblox, já que crianças e adolescentes de quarentena podem jogar e interagir nos espaços virtuais da plataforma. Em 14 de novembro do ano passado, a plataforma até realizou seu primeiro show virtual com o rapper sensação Lil Nas X.

Os games disponíveis no catálogo da plataforma são desenvolvidos através da linguagem de programação Lua do Roblox Studio. A ferramenta de criação de jogos se mostrou bastante acessível, e a maioria dos games, disponíveis para celulares, tablets, PC e Xbox One; são criados por crianças. Os jogos em si são gratuitos, mas os desenvolvedores podem criar passes de games ou acessórios para avatares dentro deles. Os lucros obtidos com a venda deles são divididos entre os criadores e a empresa.

Tudo lindo e maravilhoso, até que o Procon começou a atender várias queixas de pais brasileiros recebendo faturas de centenas de reais em roupas para bonequinhos virtuais dos filhos na Roblox. É sempre bom supervisionar crianças usando celulares, tablets ou consoles com um cartão de crédito registrado.

publicidade

Confira o app do Roblox para iOS e Android.