Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A DJI não conseguiu lançar o drone FPV (First Person View, ou visão em primeira pessoa) antes da virada do ano, como desejava. Mas, nesta quarta-feira (03/03), enfim confirmou a chegada do modelo com máscara de imersão total, que parece de realidade virtual (mas é a realidade real por câmera) ao mercado. E ele está cheio de novidades para quem gosta de se aventurar como piloto, mas não tem brevê (licença para pilotar aviões).

A máscara, obviamente, é para o que todo mundoe stá olhando. Ela joga para a tela do gadget a visão da câmera do drone, colocando o comandante praticamente dentro da pequena nave. Esse recurso deve aumentar – e muito – a emoção de quem estiver pilotando o DJI FPV. Há uma opção que permite a conexão de até oito óculos adicionais, funcionalidade que faria com que outras pessoas também compartilhassem da visão do piloto durante o voo.

publicidade

Por falar em voo, o DJI FPV terá três modos para os pilotos: o mais básico é o já encontrado em outros drones da marca, sem o uso da máscara estilo realidade virtual para pilotar. Ele paira no ar, usa GPS e sensores de detecção de obstáculos para diminuir a velocidade automaticamente. No modo Manual, os recursos de pairar e o sensor são desativados, passando o controle total para o piloto, enquanto no terceiro modo, chamado de Sport, há uma combinação de ambos, com alguns sensores de segurança reativados.

Preço tão alto quanto a velocidade

O novo drone DJI com máscara de realidade virtual é rápido no voo e, também, na captura de imagens. Ou seja: ideal para quem gosta de brincar de piloto e, de quebra, fazer fotos ou vídeos de primeira qualidade. Segundo a fabricante, durante os 20 minutos de autonomia prometidos por voo, a câmera pode captar vídeos em 4K, com 60 quadros por segundo, ou em Full HD, com 120 fps. O alcance é de até 10 quilômetros (seria bom fazer seguro), e a velocidade do DJI FPV pode chegar a incríveis 140 km/h (de 0 a 100 km/h em apenas dois segundos).

DJI lançou drone com máscara de realidade virtual, que estava previsto para o fim de 2020

publicidade
DJI lançou drone com máscara de realidade virtual, que estava previsto para o fim de 2020

Imagens: Divulgação/DJI

O custo da “brincadeira”, no entanto, não é barato. O combo completo do drone, incluindo o DJI FPV, a máscara (ou óculos) de realidade virtual, o controle remoto tradicional e os cabos para conexão, além de algumas peças de reposição, como hélices, custam US$ 1.299 na loja oficial (R$ 7.424, na conversão direta, sem taxas ou impostos).

Se o “piloto” quiser incluir no pacote acessórios como o DJI Motion Controller, que permite comandar o drone usando uma só mão, ou o DJI Fly More Kit (com duas baterias extras e hub de carregamento), aumentará os gastos em até US$ 498 (R$ 2.846), sendo US$ 199 (R$ 1.137) pelo controle e US$ 299 (R$ 1.708) pelo kit.

Via Slash Gear