Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Por mais que os Samsung Galaxy Fold e Huawei Mate X sejam as maiores lembranças quando falamos sobre os primeiros smartphones dobráveis, o Royole Flexpai estava ali ao lado deles, mas com menos dinheiro para o marketing. Uma nova geração do dobrável chinês foi lançada recentemente, e o seu design foi emprestado à Vertu para o Ayxta Fold vir à vida.

Na China é bastante comum a fabricação de aparelhos white label, que são designs de produtos cedidos a mais de uma marca. Essa prática é muito comum no segmento de entrada, mas não impede que a Royole empreste as qualidades do seu dispositivo dobrável para a europeia Vertu, que o relançou repaginado por fora, com um ar de luxo. Por dentro, porém, as coisas são as mesmas: o poderoso — mas já não tão atual assim — Snapdragon 865, 8 Gb de RAM e 256 Gb de armazenamento interno.

publicidade

Smartphone Vertu Ayxta Fold

Conectividade chamativa

Além disso o Vertu Ayxta Fold tem uma tela de 7.8 polegadas com resolução full HD quando totalmente aberto, e ainda sensor de reconhecimento facial, leitura biométrica na tela, carregamento rápido de 18W, recarga sem fios, 5G, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6, USB-C 3.1 e NFC, bem completo em termos de conectividade. Por outro lado, a bateria não surpreende: são 4.450mAh. Smartphones top de linha convencionais já conseguem oferecer a mesma capacidade ou até mais, em um corpo mais compacto, e com menos tela para alimentarem…

Enquanto as especificações são bastante robustas, claro que o mais interessante para o consumidor aqui é o fato do Vertu Ayxta Fold ser dobrável. Assim como o Royole Flexpai 2 o produto aposta na mesma premissa da Huawei com o Mate X, um aparelho de tela única, cuja segunda metade do display fica escondida atrás do aparelho. Talvez não seja a melhor ideia em termos de preservação do celular a longo prazo, mas permite que a mesma caixa de câmeras seja utilizada tanto para fotografias convencionais como selfies.

Rodando o WaterOS 2.0, o Vertu Ayxta Fold não chega apenas com um processador já antigo ao mercado, como também sistema operacional, que tem nas suas entranhas o Android 10 ao invés do 11. A ser comercializado nas cores preto, cinza, vermelho, laranja e azul o dispositivo traz uma variação interessante de cores, mas teve lançamento bem discreto. Nenhum grande anúncio por parte da Vertu ou Royole. Mesmo assim ele já está aparece como indisponível no e-commerce chinês por inacreditáveis CNY 458 mil (R$ 43 mil em conversão direta hoje, 02/03).

publicidade