Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Isso é muito Black Mirror: a Uber apresentou hoje a Serve Robotics, companhia que faz entregas robóticas de alimentos e produtos essenciais com robôs que andam pela calçada. A startup é a nova etapa da Postmates X, empresa que vem testando esta modalidade de entregas desde 2017, e que foi comprada pelo Uber no ano passado.

Essa nova empresa, liderada por Ali Kashani, antigo CEO da Postmates X, está iniciando as atividades com 60 funcionários entre a matriz em San Francisco e seus escritórios em Los Angeles e Vancouver, no Canadá. A missão da startup vai ao encontro do projeto da Uber de automatizar seus serviços. “Enquanto carros autônomos retirarão os motoristas, a entrega robótica remove o entregador e torna as entregas sustentáveis e acessíveis a todos”, afirma.

publicidade

carrinho da uber serve robotics fazendo entregas robóticas ao lado de homem com cachorro

Antes da aquisição pela Uber, a Postmates X já trabalhava com seus autômatos de entregas robóticas, testando os primeiros modelos no final de 2018. O segundo modelo surgiu em 2019, mantendo o design que lembra um carrinho de sorvete e um minion, só que dessa vez acoplado com sensores LiDAR e tecnologia atualizada de localização.

No momento, a Serve Robotics está levantando capital em uma primeira rodada de investimentos liderada pelo grupo de capital de giro Neo. Outros investidores incluem a própria Uber, a Long Venture Journeys e Western Technology Investment, além dos investidores-anjo Scott Banister e Farhad Mohit. Os co-fundadores da Postmates, Bastian Lehman e Sean Plaice, também deram entradas nas ações. A empresa ainda terá outras rodadas de investimento.

Via TechCrunch

publicidade