Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O instituto de pesquisas de mercado International Data Corporation (IDC) divulgou um novo estudo com os dados de vendas de smartphones no último quadrimestre de 2020. De acordo com o levantamento, graças à chegada do iPhone 12, a Apple ultrapassou as concorrentes atingindo 52% de domínio do mercado japonês de celulares. Entre os modelos favoritos, estão aqueles com conectividade 5G.

De acordo com o IDC, a Apple enviou aproximadamente seis milhões de iPhones para o mercado japonês entre setembro a dezembro de 2020. O número de celulares impressiona, tendo em vista que a população do país é conhecida por honrar a tradição e dar preferência para empresas nacionais. No entanto, no caso do iPhone 12, parece que a inovação falou mais alto, de modo que a parcela de mercado abocanhada pela Apple é muito maior que o dominado pela Sony, principal desenvolvedora de eletrônicos no Japão. Segundo os dados divulgados do IDC, a Apple segue com 52,6% de mercado, enquanto a Sony detém apenas 6,4%.

publicidade

Outra surpresa do estudo está relacionada à parcela detida pela coreana Samsung, principal concorrente da Apple ao redor do mundo, mas que no Japão possui apenas 6,8% do mercado.

Relatório de vendas mostra que Apple domina mais da metade do mercado japonês de celulares. Número consideram as vendas do iPhone 12. Divulgação: IDC

Relatório de vendas mostra que Apple domina mais da metade do mercado japonês de celulares. Número consideram as vendas do iPhone 12. Divulgação: IDC

A pouca adesão também estaria relacionada a tradição dos japoneses, tendo em vista que a Samsung é uma empresa coreana, país que historicamente coleciona desavenças com os vizinhos do Japão. Além daquelas que já foram mencionadas, a pesquisa da IDC também menciona outras empresas menores como a Kyocera e a Sharp entre as favoritas do mercado japonês de celulares, restando para as demais empresas como Xiaomi e Motorola apenas 14% da fatia de smartphones vendidos no período.

Via Phone Arena

publicidade