Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Um pequeno passo para o homem, mas um salto gigantesco para o código aberto: Ingenuity, o pequeno helicóptero que pousou ontem com o rover Perseverance em Marte, roda o sistema operacional Linux. A aeronave, que se trata de um veículo não tripulado, utiliza uma versão do sistema operacional modificada pela NASA para ler comandos de computador emitidos da Terra.

A missão do Ingenuity faz parte do cronograma de atividades da Perseverance, que, até o 10° dia de missão, deve carregar o drone usando a energia solar. Depois disso, o rover instalará o helicóptero em uma zona plana e assistirá às cinco decolagens do veículo aéreo não-tripulado.

publicidade

Os voos do Ingenuity durarão até 90 segundos e devem acontecer em uma semana. A Nasa está avaliando também se o veículo conseguirá levantar e pousar sozinho, recarregar suas baterias independentemente e sobreviver ao clima do Planeta Vermelho.

Teste de tecnologia

Essencialmente falando, a missão do Ingenuity é a de um teste de tecnologia: a aeronave está lá para testar como vai funcionar um voo em atmosfera marciana. De acordo com a NASA, os resultados do voo são cruciais para determinar o tipo de tecnologia necessária para a exploração aérea de Marte. A densidade da atmosfera do planeta vermelho é 99% menor do que a da Terra, o que faz com que qualquer aeronave que vá decolar por lá tenha de ser muito mais leve.

Ingenuity

publicidade

Desenvolvido desde 2014, o pequeno helicóptero passou por diversos testes de simulação até 2019. Nesta missão, o Ingenuity utiliza quatro pás de fibra de carbono, baterias à luz solar e outros recursos de ponta. O mini helicóptero também testará a capacidade dos componentes de sobreviver ao clima inóspito local.

O Ingenuity voará em Marte com uma versão do Linux de código aberto disponível para baixar. Segundo o engenheiro do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA, Tim Canham, o sucesso da aeronave também é o sucesso do open-source. “Estamos voando um sistema operacional de código aberto com uma estrutura de programação de voo de código aberto e com peças comerciais que você poderia comprar em lojas se quisesse fazer um dia,” afirma o engenheiro.

Via The Verge