Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Facebook está produzindo um smartwatch para ser lançado no ano que vem, de acordo com o The Information. O relógio inteligente deve ser equipado com um sistema operacional Wear OS e permitir diversas funcionalidades, como envio de mensagens e integração a apps para cuidar da saúde.

A produção de um smartwatch seria uma nova investida do Facebook na indústria de hardwares, indo além dos headsets VR da sua marca Oculus, como o Oculus Quest. Recentemente, a empresa passou a vender produtos físicos como a linha de aparelhos de videochamada Portal TV. Além disso, a empresa vem projetando óculos inteligentes em parceria com a marca Ray-Ban como parte da iniciativa Project Aria – um projeto de pesquisa de realidade aumentada para wearables.

publicidade
Investimento em hardwares

O Facebook vem investindo pesado para ter êxito na indústria de hardware. Segundo informações da Bloomberg, a empresa de Mark Zuckerberg possui atualmente mais de seis mil funcionários trabalhando em diversos projetos de realidade aumentada e virtual. Não apenas na Oculus e no Portal TV, mas em iniciativas experimentais como o Facebook Reality Labs. Como uma referência do investimento, o número de colaboradores no setor é maior que o efetivo empregado em apps como Instagram e WhatsApp, que atendem milhões de usuários.

A aquisição de startups como a CTRL-Labs, em 2019, também pode ser um trunfo para a companhia americana. Isso porque a propriedade intelectual da CTRL inclui, entre outras tecnologias, a construção de dispositivos de transmissão de impulsos elétricos do cérebro para aparelhos de computação sem a necessidade de periféricos – em outras palavras, controlar computadores com a mente. Isso pode ser providencial para o aperfeiçoamento dos wearables do Facebook: de iniciativas mais consolidadas como o Portal TV ao futuro smartwatch.

Via The Verge

Imagem: Somphop Krittayaworagul/Shutterstock

publicidade