Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Você já viu por aqui que a Realme está em vias de colocar uma nova série flagship no mercado e que, ao menos na Ásia, ela poderia se chamar Race. “Race é apenas um codinome, e a nova série é super legal”, adiantou, recentemente, Xu Qi Chase, vice-presidente da empresa, em uma postagem no Weibo, principal rede social da China.

Nesta terça-feira (09/02), um registro na TENAA (número RMX 2202), órgão similar à nossa Anatel, confirmou o que o executivo deixou transparecer nas entrelinhas de sua declaração. A marca realmente patenteou um outro codinome: Realme GT. E o que isso significa? De concreto, muito pouco, mas, se juntarmos as peças do quebra-cabeças com as informações mais recentes dos leakers de plantão, esse pode ser um indicativo de que o Realme Race será lançado fora do mercado local como Realme GT.

publicidade

Mukul Sharma (@stufflistings), um desses leakers citados, foi taxativo em sua postagem mais recente a respeito do Realme Race e a adoção do codinome GT fora do mercado da Ásia. “Sim. Eu fui avisado ontem que a série Realme Race pode muito bem ser lançada como Realme GT. O apelido foi patenteado na Índia”, avisou, divulgando também uma foto tirada do próprio site da TENAA.

publicidade
O que esperar?

Não há qualquer nova informação ou confirmação oficial sobre as configurações preparadas pela Realme para a série Race, que será lançada globalmente como GT. Os vazamentos anteriores, no entanto, deixaram claro que se trata de um smartphone que chegará com poder de fogo suficiente para ao menos tentar brigar com os principais flagships lançados recentemente no mercado. A começar pelo processador, este sim confirmadíssimo, que será o Snapdragon 888.

Realme Race pode ser chamado de Realme GT fora do mercado da Ásia

Além da máquina da Qualcomm sob o capô, são esperadas entre as especificações do Realme Race/GT 12 GB de RAM e armazenamento interno mínimo de 256 GB, talvez expansível via cartão microSD. A tela de uma eventual versão Pro seria OLED, de 6,81 polegadas, resolução 3K e taxa de atualização de 160 Hz. Os últimos rumores indicam ainda que o smartphone terá carregamento rápido UltraDART de 125W, o que fará a carga total da bateria, projetada para ser de 4000mAh, poder ser realizada em um tempo inferior a 15 minutos.

Em relação às câmeras, a imagem vazada do Race mostra que a parte traseira terá conjunto triplo, com câmeras na vertical, com a principal de 64 MP. Ainda não temos mais informações sobre data de lançamento ou preço do novo Realme, e nem sabemos se ele irá pintar em território brasileiro, mas, pelo que vem mostrando a conta da empresa no Twitter do Brasil, podemos ficar com uma pontinha de esperança de ver o flagship por aqui no futuro.

Via Playfuldroid