AcessóriosNotíciasGoogle encerra Play Store do seu headset VR Daydream

Lucas Berredo4 semanas atrás6 min

O fim do Daydream, headaset VR (ou RV, realidade virtual) do Google que funciona com smartphone no lugar da tela, já estava encaminhado em outubro passado, quando a fabricante encerrou o suporte ao software do dispositivo. Agora, a última pá de cal foi dada: a partir desta semana, usuários da plataforma relataram no Reddit que não têm mais acesso à Play Store.

Segundo eles, ainda é possível instalar apps de VR do Google, iniciá-los e usá-los normalmente. O que se tornou inviável, no entanto, é pôr o headset, abrir o app Daydream e navegar até a Play Store sem receber uma mensagem de erro: “Lamentamos, encontramos um problema”. A mesma mensagem aparece se o usuário procurar por apps na loja por meio do app sem o headset.

No momento, a página inicial da seção de RA e RV do Google destaca destaque apenas o ARCore – que fornece imagens para o Google Maps Live – e o Google Lens. O site da Daydream segue ativo, embora a empresa de Mountain View já não comercialize mais o headset desde outubro de 2019.

Realidade virtual e smartphone são incompatíveis

Desde o fim da década passada, o Google vem acenando para um “desinvestimento” no casamento entre realidade virtual e smartphones. Algumas de suas inovações, como o Tilt Brush e o Expeditions, foram completamente fechadas ou tiveram seu código aberto. Isso mostra o quanto esse tipo de interação não é mais o foco da empresa.

“Vimos muito potencial na RV para smartphones, mas com o tempo, percebemos claras limitações que impediam a RV de ser uma solução viável a longo prazo”, disse um porta-voz do Google à Venture Beat, quando do fim do suporte da empresa ao Daydream, no ano passado. “Mais notavelmente, pedir às pessoas para colocar seus telefones em um headset e perder o acesso aos apps do dia a dia causou um imenso atrito”, concluiu.

A expectativa em torno da tecnologia RV, em certa medida, não se concretizou. O que era visto como o futuro da indústria em meados dos anos 2010 nunca vingou: headsets são pesados, causam enjoo em algumas pessoas e não são compatíveis com pessoas que usam óculos. Um relatório de 2018 do Statista, empresa alemã de análise de dados, constata que os aparelhos de realidade virtual “não alcançaram os mesmos níveis de popularidade generalizada de outros dispositivos eletrônicos de consumo, possivelmente em razão de suas opções de uso atualmente limitadas”.

Além da Play Store, o Google já encerrara o app Play Filmes e TV para o Daydream em junho de 2019. No mesmo ano, o Hulu também removeu suporte para a plataforma.

Via Slashgear e Chrome Unboxed

Imagem: Y2kcrazyjoker4/Wikimedia/CC