JogosTerraria é cancelado no Stadia após criador do jogo perder acesso à sua conta do Google

Rafael Arbulu4 semanas atrás5 min

O jogo Terraria teve seu lançamento no Stadia cancelado após o seu co-criador, Andrew Spinks, ter sido desligado de sua conta pessoal no Google. Segundo o desenvolvedor e líder do estúdio Re-Logic, que fez o game, a empresa de Mountain View fez isso de forma aleatória, e ele alega que não ter feito nada que justificasse a ação.

Segundo o desenvolvedor, os problemas começaram quando o canal de Terraria no YouTube havia sido fechado para acesso de seus criadores. Ao longo das últimas três semanas, a situação se expandiu, com Spinks vendo sua conta pessoal ser travada, efetivamente perdendo o acesso a “15 anos de Gmail e milhares de dólares em compras de aplicativos e filmes no Google Play, bem como nenhum acesso aos seus dados no Google Drive”.

Google não parece fazer muita questão do Terraria no Stadia
Terraria: jogo teve versão para Stadia cancelada pelo co-criador
Versão do jogo “Terraria” para o Google Stadia foi cancelada após criador perder, aparentemente sem motivo, o acesso à sua conta do Google (Imagem: Re-Logic/Divulgação)

O Google já enfrentou acusações de aleatoriamente travar o acesso de seus usuários às suas respectivas contas, e o processo para reaver esse acesso – quando ele dá certo – é longo, burocrático e tedioso. Para Spinks, pelo visto a situação não compensa nenhum recurso, então o desenvolvedor retaliou, removendo o desenvolvimento de Terraria para o Google Stadia, a plataforma de cloud gaming da empresa.

Terraria ainda não estava confirmado para o Stadia, vale citar, mas o nome do jogo apareceu na última semana, em um documento divulgado pela PEGI, a entidade de classificação etária da União Europeia. O jogo seria um port, ou seja, uma adaptação, ou uma versão daquela que ainda é possível encontrar no Play Store, para smartphones Android. Presumidamente, o Google anunciaria o jogo em suas divulgações semanais de novos títulos para o Stadia.

Agora, esse não é mais o caso. Spinks ainda declarou que fazer qualquer negócio com o Google é um “atraso”. Ele não esclareceu se a versão de Terraria para Android segue no ar, e o Google não quis comentar o caso quando procurado pelo 9 to 5 Google.