JogosNotíciasMicrosoft cria mapa do Minecraft para explicar sustentabilidade

Filipe Salles1 mês atrás4 min

Anualmente, a Microsoft libera um relatório sobre suas ações sustentáveis. Essa prática vem sendo cada vez mais comum em gigantes da tecnologia, como o próprio Google.

Neste ano, o relatório veio em outro formato: com o texto de sempre, foi lançado um novo mapa para Minecraft. Que vai, por imersão que só um jogo permite, explicar qual é a da sustentabilidade.

Chamado Sustainability City (“Cidade Sustentável”), o mapa já está fazendo parte da edição educativa do game, voltado à professores e alunos. Além dessa, a versão original do game também  contará com o mapa, que estará disponível gratuitamente ainda hoje (28/01).

Para baixar o mapa em sua versão original de Minecraft, basta acessar o ‘Education Collection’ na loja interna.

Vendo na prática

O mapa Sustainability City conta com seis aulas que vão ensinar aos jogadores de Minecraft sobre sustentabilidade. A intenção da Microsoft é dar aos seus jogadores “um senso de administração para o planeta”’.

A Microsoft também liberou quais serão os conteúdos das seis aulas disponíveis no mapa. Elas abordarão tópicos como produção sustentável de alimentos, identificação de materiais que podem ser reciclados e como funciona a geração e transporte de energia elétrica de instalações como usinas hidrelétricas e eólicas.

Todas essas aulas mostrarão como funcionam os processos e como se parecem as instalações onde eles ocorrem. Por exemplo, em uma das aulas, os jogadores e alunos poderão explorar a parte interna de uma usina hidrelétrica e eólica.

Em outra lição, é possível ver como funciona uma casa totalmente sustentável. Ou seja, como ela gera sua própria energia, como funciona o tratamento da água e até mesmo a origem dos materiais usados na construção da casa.

Tudo do jeito carismático e quadradão que tornou o Minecraft um fenômeno, agora para a sustentabilidade. A Microsoft concluiu o anúncio para mencionar que Minecraft Education, a versão educativa do game, alcança mais de 35 milhões de estudantes e professores habilitados no uso do game na sala de aula em 115 países.