Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um ano após colocar no mercado a primeira versão do AmazFit T-Rex (uma espécie de “clone” avançado do clássico G-Shock, cobiçado relógio da Casio das décadas de 80 e 90), a Huami está prestes a lançar uma nova linha de smartwatches, encabeçada justamente pelo T-Rex Pro. O relógio inteligente com cara de “durão”, que também pode se chamar T-Rex 2, é a evolução do modelo anterior da empresa, que faz parte do ecossistema da Xiaomi.

A informação foi vazada no Twitter pelo leaker Nils Ahrensmeier nesta quinta-feira (28/01). Certificado na FCC (órgão similar à nossa Anatel), o Amazfit T-Rex Pro aparece também citado como T-Rex 2, sob o código A2013.

Amazfit T-Rex Pro, ou T-Rex 2, será lançado pela Huami, subsidiária Xiaomi, ainda em 2021

Amazfit T-Rex Pro, ou T-Rex 2, será o sucessor do Amazfit T-Rex (foto) / Divulgação: Huami

Entre as principais características do novo modelo estão, além da já conhecida resistência e do visual “militar”, a presença de sensores GPS e recursos voltados para monitoramento de exercícios físicos, como sensores cardíacos e de oxigenação, presentes em smartwatches concorrentes. Até aí, nenhuma surpresa, já que o modelo anterior conta com tudo isso, mas a Huami certamente incluirá algum diferencial na nova versão do relógio.

publicidade
Mais smartwatches a caminho

Além do T-Rex Pro (ou T-Rex 2), o vazador listou outros smartwatches da Huami que estão sendo desenvolvidos e deverão chegar às prateleiras ainda em 2021: Amazfit Health Watch Pro, Amazfit GTR 2 LTE e AmazFit GTR2 eSIM. Esse último, inclusive teve sua versão tradicional (GTR 2e) lançada na última edição da CES 2021, como você conferiu aqui.

Assim, a versão eSIM, como o próprio nome indica, dará ao wearable a possibilidade de funcionar como um smartphone. Dessa forma, ele poderá  inclusive fazer ou receber chamadas de voz sem a necessidade de um celular próximo. A tecnologia já foi incorporada em smartwatches de marcas concorrentes, como o Samsung Gear S2 e o Huawei Watch 2.

Ainda não há informações sobre quando os novos smartwatches da Huami chegarão ao mercado e nem os preços que serão cobrados. Hoje, apenas para dar uma noção, o Amazfit T-Rex custa, na Amazon Brasil, R$ 775, já com frete incluso.

Via Xiaomi Today