Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Vuzix apresentou na CES 2021 um par de óculos que o agente 007 certamente adoraria, os Next Generation Smart Glasses (ou NGSG), que contam com tecnologia MicroLED.

Os óculos NGSG da Vuzix fizeram bonito nessa CES, e foram escolhidos para os prêmios de inovação da feira em três categorias, Computer Peripherals & Accessories, Portable Media Players & Accessories e Wearable Technologies.

publicidade
Pequeno e eficiente

Olhando rápido eles até que parecem bem normais, como óculos que eu mesma compraria. Só que não. Eles contam com um par de projetores MicroLED minúsculos, um para cada olho, embutido na armação do óculos. Os óculos Vuzix MicroLED terão versões com câmeras e outras sem, áudio espacial e guias de onda para exibir telas estéreo em lentes gravadas, que poderão ser usadas inclusive por pessoas com um grau de miopia bem alto (acima de 8).

As baterias duplas podem fornecer energia por mais tempo, pois oferecem adicional do consumo de energia relativamente baixo. Os diversos microfones com cancelamento de ruído integrados permitem chamadas telefônicas claras e integração de voz/IU. Outra diferença importante é o tamanho. A nova geração de smart glasses da Vuzix tem hastes muito mais finas que “escondem” muito bem os seus componentes.

MicroLED de 0,13 polegadas produzido pela Jade Bird Display usado no óculos da Vuzix

MicroLED de 0,13 polegadas produzido pela Jade Bird Display

Parceria de sucesso

A tecnologia MicroLED usada nos óculos é parte de uma parceria com a empresa Jade Bird Display, de Xangai, China. As duas empresas pretendem lançar vários produtos com ela como óculos inteligentes e visores holográficos. O CEO da Vuzix, Paul Travers comentou que o segredo do sucesso é “porque nossos dispositivos são leves e incrivelmente funcionais para o dia a dia”.

mulher usando óculos Vuzix MicroLED

publicidade

Confira o vídeo de divulgação.

Os óculos da Vizux têm um processador Qualcomm, mas não é o XR2 usado no Oculus Quest 2, pois ele simplesmente não cabe. A empresa diz que tentou de tudo, mas não foi possível encaixar o chip no design. Além disso, os óculos contam com conectividade LTE opcional. Assim, eles podem ter uma conexão independente sem precisar de um celular, ou seja, o próprio óculos é o smartphone. É claro que os óculos não contam com 5G, pois não faria o menor sentido.

Mercado de óculos smart está ficando animado

A Vuzix não está sozinha neste mercado, que já tem gigantes como a Amazon com seus Echo Smart Glasses. O Facebook ainda está preparando seu primeiro par de óculos smart (que ainda é uma prova de conceito), mas o Apple Glass já saiu da fase de protótipo e pode chegar ao mercado ainda esse ano.

Via CNet