Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

No mesmo dia em saíram informações de que Tim Cook poderia estar avançando com seu projeto de produzir um veículo autônomo, que pode ser lançado em 2024, Elon Musk respondeu a um tweet apresentando algumas críticas a um dos principais elementos do intitulado Projeto Titã. Segundo Musk, a nova bateria que a Apple está propondo criar é inviável e apresenta elementos que podem ter sido “inspirados” no modelo que sua empresa produz. No mesmo clima de desdém, disse também – o que foi o que quase todo mundo notou – que tentou vender a Tesla para Cook, mas o empresário recusou a se encontrar com ele.

Tudo começou com o tweet de um usuário apontando que as novidades sobre as quais a Apple está trabalhando, e que foram vazadas para a agência britânica de notícias, na verdade seriam “cópias” das ideias em que a Tesla já trabalha e que, inclusive, apresentou em uma live. Musk respondeu o post na rede social comentando achar estranho uma bateria monocelular, já que esse modelo é quimicamente impossível já que sua voltagem é 100 vezes menor que o necessário. O dono da Tesla comentou que pode se tratar de células ligadas umas nas outras (multicelular, portanto), como é o padrão produzido por sua empresa.

publicidade

Outra novidade apresentada pela Apple que recebeu crítica foi o fato de que está pesquisando uma nova fórmula química que envolve fosfato de ferro lítio. Musk respondeu que essa composição também já é utilizada pela Telsa em suas baterias.

Ao final da pequena thread, o bilionário dono da SpaceX apontou ainda que durante os dias mais duros da produção do seu veículo autônomo chamado Model 3, ele entrou em contato com o CEO da Apple para apresentar uma proposta de venda da Tesla. Na época, Elon Musk ofereceu sua empresa de automóveis por 10% do valor real, mas Cook rejeitou o encontro com o empresário.

As informações são da Reuters que, inclusive, tentou contato com ambos os magnatas da tecnologia. Enquanto o responsável pela Apple recusou-se comentar a matéria, a Tesla ainda não apresentou uma resposta.

Imagem Daniel Oberhaus/Wikimedia Commons/CC