Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Há meses, professores e estudantes que acompanham o ensino remoto têm se esforçado muito para processar tantas mudanças e ainda tentar garantir o aprendizado em tempos de Covid-19.  Nessa nova realidade o Microsoft Teams tem feito atualizações constantes.  A plataforma agora inaugurou um conjunto de sete novas funcionalidades para incrementar a sala de aula virtual e tornar o aprendizado remoto mais inclusivo.

Uma das novidades que agora estão sendo adicionadas são as legendas ao vivo. O recurso de acessibilidade cria legendas em tempo real que aparecem na parte inferior da tela do Teams enquanto os participantes acompanham a reunião.

publicidade

Print tela do Microsoft Teams

A plataforma também conta, a partir de agora, com as listas virtuais de tarefas. Também chamadas de Listas da Microsoft elas servem para gerenciar agendas, manter o controle de tarefas e  atribuir responsabilidades para projetos em grupo.

As mensagens de postagem cruzada vão poupar o tempo dos professores, permitindo que contactem os alunos por meio de vários canais ao mesmo tempo. Além de compartilhar informações com várias turmas em apenas alguns cliques.

Transparência nas avaliações

O recurso reflect serve para espelhar  e ajudar os professores a auferirem como os alunos se sentem com relação a aprendizagem remota por meio de uma pesquisa confidencial. O recurso pode ajudar os professores a usar o feedback para ajustar planos de aula, rever cronogramas e tarefas avaliativas de acordo com o ritmo dos estudantes.

publicidade

Já o spotlight é um recurso que permite ao organizador da reunião fixar o vídeo de alguém – nele mesmo ou por exemplo no aluno que estiver apresentando – para que a pessoa esteja em destaque no vídeo principal. A ferramenta pode ajudar os alunos a focarem em quem está falando e no conteúdo que está sendo compartilhado na sala de aula virtual.

Outro novo recurso é o notificações de atribuição, que possibilita ao professor informar aos alunos em canais específicos da plataforma sobre novas tarefas. Assim os professores têm mais flexibilidade na forma como escolhem se comunicar com os alunos e designar atribuições não previstas.

Outra ferramenta são as rubricas, disponíveis na aba Tarefas. Com ela o professor poderá criar rubricas personalizáveis ​​e reutilizáveis, para que os alunos possam entender os critérios escolhidos para as avaliações dos trabalhos ao longo do semestre letivo.

Via Microsoft