AndroidAplicativosAppleDicasVocê pode ver o eclipse solar no celular?

Fábio Devito3 meses atrás6 min

Um Eclipse Solar poderá ser visto nas regiões sul e sudeste do Brasil, nesta segunda-feira (14/12).  Embora o efeito seja visível a olho nu, é preciso algumas precauções para que a sua visão não seja prejudicada severamente. Eclipse ou não, ninguém pode olhar diretamente ao sol. Será então que o aparelhinho no bolso pode ajudar? Dá pra ver o eclipse no celular?

O tipo de Eclipse que veremos nesta segunda-feira acontece quando a Lua acaba se alinhando entre a Terra e o Sol, impedindo parcialmente a chegada dos raios solares. O fenômeno estará disponível para os brasileiros entre as 11h30 às 15h53 e você pode checar pelo site da Nasa o melhor momento para assisti-lo da sua cidade.

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados na hora de apreciar o efeito. Segundo especialistas, só se pode olhar indiretamente para o sol, por reflexo ou através de um filtro grosso plástico. As ondas solares são muito fortes e podem danificar os seus olhos.

O ideal é utilizar placas de aço reflexivas ou mesmo uma máscara de proteção de solda. Como estes não são itens fáceis de se achar, o mais indicado é observar o Eclipse Solar  com o celular. Sim, a resposta é sim. Faça isso direcionando as lentes de sua câmera para o céu e o observando apenas por meio da tela do aparelho, colocando-o entre o sol e você e não olhando direto para o sol.

Mas cuidado. A luz solar intensa pode danificar o CCD, o sensor de fotos do celular. Estamos falando em fotografia, não vídeos. Não deixe o celular tempo demais apontado para o Sol. Num eclipse nos EUA em 2017, milhares de pessoas perderam sua câmera por abusar do tempo.

Outra dica: quando estiver observando o Eclipse Solar, certifique-se que o seu campo de visão para o celular está em um campo diagonal, evitando que você olhe em uma linha reta para o Sol. Outra vantagem de se utilizar o aparelho está no zoom, que possibilitará a visão de mais detalhes do Eclipse. Você também pode regular a exposição de forma a não tirar uma foto estourada.

Google Maps fora do ar

O site da Agência Espacial Americana costuma dar informações exatas sobre os Eclipse, incluindo o melhor horário para cada região apreciá-lo além da recorrência em que o fenômeno acontece. No entanto, algumas destas informações estão sincronizadas aos serviços do Google Maps, que apresentam instabilidade desde o início da manhã.

De acordo com a Nasa, uma equipe já trabalha em maneiras para atualizar os visitantes que desejam saber sobre o Eclipse sem a utilização da plataforma do Google. É possível saber mais baixando o app da agência em seu celular Android ou iOS.