NotíciasReino Unido vai criar órgão antitruste para controlar Facebook e Google

Marina Schnoor3 meses atrás4 min

Entre diversas polêmicas envolvendo a Big Tech recentemente, agora o governo do Reino Unido planeja criar uma agência antitruste para regular grandes empresas de tecnologia como Google e Facebook. Chamada Digital Markets Unit (DMU, “Unidade de Mercados Digitais”), que será parte da Competition and Markets Authority (CMA, “Autoridade de Competição e Mercados”), a unidade deve começar a trabalhar em abril de 2021.

Numa declaração, o Department for Digital Culture, Media and Sport (“Departamento de Cultura Digital, Mídia e Esportes”) afirmou que a DMU vai “aplicar um novo código para governar o comportamento de plataformas que dominam o mercado atualmente”.

Pela competição

Esse código, ainda não finalizado, visa dar aos consumidores mais controle sobre seus dados, exigir que as companhias sejam mais transparentes sobre como usam os dados dos usuários, além de obrigar que elas deem uma escolha para as pessoas sobre se elas querem receber anúncios personalizados com base em seus dados. O código também vai tentar derrubar restrições que dificultam para empresas menores competirem com as grandes companhias de tecnologia.

Segundo a declaração do governo: “Plataformas online trazem grandes benefícios para negócios e a sociedade. Mas há um consenso crescente no Reino Unido e exterior que a concentração de poder entre um pequeno número de companhias está restringindo o crescimento no setor de tecnologia, e potencialmente tendo impactos negativos para pessoas e negócios que dependem delas”.

O DMU também poderá reverter e até bloquear decisões tomadas por essas grandes companhias. O governo do Reino Unido vem considerando criar uma unidade antitruste para grandes conglomerados como Facebook e Google desde 2019, e recentemente a CMA concluiu que “as leis existentes não são adequadas para uma regulamentação eficaz”.

Via Android Central

Imagem: Wikimedia Commons/CC