Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A implementação do 5G no Brasil deu um salto importante. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou um acordo com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para realização de testes redes em privadas da tecnologia.

De acordo com a Anatel, o acordo do 5G fechado na última quinta-feira (12/11) prevê o desenvolvimento de projetos-piloto para experimentação e validação de faixas de frequências, larguras de faixas necessárias, requisitos de taxas de transmissão e demais KPI (Key Performance Indicators, “indicadores-chave de performance”) para aplicação de tecnologia IMT em ambientes selecionados.

publicidade
Avanços

Com o fim dos testes a Anatel espera que o acordo permita ter um estudo completo sobre o 5G para conseguir determinar com maior precisão quais faixas de frequências e largura de banda são necessárias para aplicações do serviço limitado privado baseadas em redes móveis.

“O Acordo de Cooperação Técnica entre ABDI e a Anatel deriva do bom diálogo institucional e do reconhecimento da importância do desenvolvimento e da implantação de redes privativas de telecomunicações, notadamente aquelas utilizadas em aplicações de controle logístico, sensoriamento, monitoração, automação e demais necessidades da chamada indústria 4.0”, disse o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais.

“O advento da tecnologia 5G é um marco na quarta revolução industrial e representa hoje a melhor política industrial para o País. O uso de redes privadas pelas empresas é uma tendência mundial que pode garantir ao setor produtivo ganhos expressivos de eficiência e produtividade”, completou o presidente da ABDI, Igor Calvet.

Leilão 5G no Brasil

Uma das preocupações com a instalação da tecnologia no Brasil é o fato da rede ser de curto alcance, o que pode fazer com que fique apenas em regiões mais centralizadas. O acordo da Anatel pode ajudar a entender como levar o 5G para locais periféricos.

publicidade

Com previsão para ocorrer em 2021, após adiamentos, o leilão do 5G no Brasil é considerado por profissionais da indústria como um dos maiores do mundo. Alguns dos concorrentes para fornecer equipamentos de 5G para o Brasil são Ericsson, Nokia e Huawei.

Via Anatel