Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O desenvolvedor do jogo independente WorldBox, sucesso de vendas no Android, acusa a empresa britânica Stavrio de cometer plágio de sua criação. Com mais de 10 milhões de instalações, WorldBox também ficou conhecido no Brasil por seu subtítulo “Simulador de Deus Sandbox”.

Em um longo post no Reddit, Maxim Karpenko conta que descobriu a imitação graças a um membro da comunidade do jogo no Discord. Segundo ele, a busca pelo plagiário demorou horas até chegar a um denominador comum: um negociante com quem teve contato durante uma DevGamm, no ano passado.

publicidade

“Ir a eventos de games tem a ver com descobrir novos jogos, novos desenvolvedores ou simplesmente sair com pessoas que pensam como você”, diz Karpenko. “Mas existem outros que são, digamos, os lobos em pele de ovelha. Ou, neste caso, o único cara de terno em uma conferência de jogos indie.”

Ainda segundo o desenvolvedor, o homem de terno fez vários elogios a WorldBox e propôs uma oferta de compra pelo jogo. No entanto, Karpenko recusou a proposta, optando por seguir sozinho no aprimoramento do game. Em seguida, o comprador insistiu na ideia durante os meses seguintes até Karpenko descobrir, depois de várias negativas, que a empresa tinha cometido o plágio de WorldBox para Android.

Gameplay de Worldbox

Diferença nos gráficos de WorldBox (à esquerda) para a cópia ruim, Deus Simulador (Reprodução)

Diferenças de qualidade

De fato, indo agora até a Play Store, você encontra dois jogos similares: WorldBox, o original, e Deus Simulador: Sandbox e Mundo Aberto, registrado pela Stavrio. No entanto, enquanto o primeiro é avaliado em 4,4 estrelas com 283.134 resenhas, o último tem uma média de 1,2 com 4.902 opiniões.

“Todos os sprites são semelhantes ou alterados em relação ao jogo original, alguns até roubados de Minecraft”, detalhou o desenvolvedor. “O próprio jogo tem o nome ‘worldbox’ no ID, o que é uma clara violação de marca registrada.”

publicidade

Desde a descoberta, Karpenko notificou-se de várias marcas registradas para WorldBox pela Stavrio em Canadá, Austrália, Coreia do Sul, entre outros países. O criador do “Simulador de Deus” original, por conseguinte, explicou que está discutindo alternativas para continuar o processo com seus advogados.

WorldBox está disponível de forma gratuita no Google Play.

Via Android Community.