Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Um dos maiores sucessos do mercado mobile, Pokémon Go, o jogo da Niantic baseado na franquia de monstros de bolso da Nintendo, se aproxima do final de 2020 com o maior lucro de sua história: segundo levantamento da Sensor Tower, o jogo das criaturinhas vindas do anime homônimo faturou US$ 1 bilhão (R$ 5,17 bilhões) em 2020.

De janeiro a outubro deste ano, os jogadores de Pokémon Go gastaram 11% a mais de dinheiro real em itens e acessórios do título do que no ano passado, que teve que improvisar medidas específicas para manter o engajamento frente à pandemia da COVID-19, que forçou seus usuários a se isolarem em casa.

publicidade

Desde o seu lançamento em 2016, Pokémon Go vem registrando enorme sucesso: em seu primeiro ano, o jogo atingiu faturamento de US$ 832 milhões (cerca de R$ 4,7 bilhões), com queda de 27% em 2017. Após esse tropeço, os números do app da Niantic Labs foram sempre positivos. Ao longo de sua vida, Pokémon Go já soma mais de US$ 4 bilhões (quase R$ 23 bilhões) em lucros.

Pokémon Go: volume de faturamento dos últimos 4 anos

Gráfico mostra o volume de faturamento obtido por Pokémon Go desde o seu lançamento (Imagem: Divulgação/Sensor Tower)

Medidas protetivas da pandemia ajudaram Pokémon Go

Especulações mais conservadoras afirmavam que Pokémon Go levaria um golpe forte este ano, devido à implementação das quarentenas por todo o mundo. Considerando a premissa de movimento e navegação do app, um resultado negativo era esperado.

Entretanto, medidas implementadas pelos desenvolvedores não apenas ajudaram o app a manter seu ritmo ascendente, como acabaram colaborando comum engajamento ainda maior dos usuários: no ranking de jogos mais baixados, foi o terceiro, atrás de PUBG Mobile e Honor of Kings.

publicidade

Algumas medidas tomadas pela Niantic Labs incluem a expansão de abrangência das “pokéstops (ou poképaradas)” e ginásios (para que usuários não tivessem que se locomover até elas e, assim, furar a quarentena) e um aumento no volume de “raids” e eventos especiais que jogadores puderam participar de casa.

O Brasil teve papel importante nesse sucesso: segundo a Sensor Tower, nosso país foi a segunda maior base de instalações confirmadas de Pokémon Go, com 18,2% de um total de aproximados 600 milhões globais – ficamos atrás dos EUA (18,2%) e à frente do México (6,2%).

Vale lembrar, porém, que ainda temos dois meses até o fim do ano, então é possível que estes números mudem até o Ano Novo.

Via Sensor Tower.