Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um rumor vinha indicando que o AirPower, o projeto de recarga sem fio da Apple, originalmente anunciado em 2017, e oficialmente cancelado dois anos mais tarde, estaria em vias de ser ressuscitado pela empresa de Cupertino.

A informação havia saído do perfil de Jon Prosser, editor do Front Page Tech e notório informante sobre segredos da Maçã. Apesar disto, um dia depois, o próprio Prosser tornou a informar, via Twitter, de que o boato não passava disso – um boato.

publicidade

O primeiro tweet, falando sobre a reativação do projeto, chegou a mencionar que, agora, a Apple desenvolveu um novo modelo do AirPower, capaz de carregar o novo Apple Watch. Dessa forma, a empresa conseguiria resolver algo que ela não deu certo na primeira tentativa.

Entretanto, fontes afirmaram a Prosser que a Apple havia removido quaisquer menções ao AirPower de todas as suas comunicações e páginas. As fontes, que falaram ao jornalista em caráter de anonimato, também informaram que não há possibilidade de a empresa de Cupertino reviver o projeto no futuro – especialmente considerando a sua recente adoção da tecnologia MagSafe, que virá no iPhone 12 e linha correspondente.

O que foi – ou deveria ter sido – o AirPower?

<yoastmark

O Apple AirPower foi a resposta da Apple à emergente tecnologia de recarga de dispositivos sem a necessidade de fios. Onde outras empresas faziam isso com um ou dois objetos, porém, o AirPower, em tese, consistia de um “tapete” que recarregaria vários produtos da Apple ao mesmo tempo.

Para usar, tudo o que você tinha que fazer era colocar os dispositivos em cima dele:

O AirPower chegou a ser anunciado em evento à mídia especializada, na mesma ocasião onde foi revelado o hoje distante iPhone 8. Entretanto, depois de quase dois anos entre adiamentos e mudanças, o projeto acabou cancelado em definitivo.

A Apple nunca divulgou o motivo para o cancelamento, mas relatos indicam que eles não conseguiram resolver o problema de superaquecimento do AirPower. A dificuldade técnica seria causada pelo cruzamento de duas bobinas elétricas.

Muitos iPhones depois, em 2020, a Apple anunciou a adoção da tecnologia MagSafe de recarga sem fio, que já conta com diversas empresas que estão criando produtos compatíveis. O iPhone 12, por exemplo, é compatível com o carregador 3-em-1 da Belkin, disponível na Amazon por cerca de US$ 120 (R$ 691,33, na conversão direta).

Via GSM Arena.