Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O mês de novembro costuma ser aguardado com ansiedade pelos consumidores. Afinal, 27 de novembro é Black Friday. Evite roubadas e outras encrencas no grande Dia da Promoção.

A data, que surgiu nos Estados Unidos, se tornou conhecida mundialmente pelo grande número de ofertas que o varejo disponibiliza nas lojas físicas e virtuais. No Brasil, a Black Friday chegou em 2010, ainda tímida, e, dessa forma, os comerciantes demoraram a entender a proposta do evento.

publicidade

Durante muito tempo, a data foi apelidada de “Black Fraude” porque suas promoções eram metade do dobro. Isto é, promoção nenhuma: os preços dobravam antes de ganhar “desconto”. E muita gente já teve outras dores de cabeça com as compras nesta época do ano. Por exemplo, com preços exorbitantes, entregas que atrasaram e até produtos com defeitos.

Como evitar roubadas

Para não cair em nenhuma roubada durante a Black Friday, o ideal é pesquisar com antecedência o produto que deseja comprar e, se possível, fazer um levantamento do preço em diferentes lojas. Invista tempo na pesquisa: busque referência das lojas virtuais, compare modelos, procure avaliação de outros usuários sobre o produto e sobre a loja.

Do mesmo jeito, vale procurar sobre a reputação da loja nos sites de proteção ao consumidor. É importante ter um comparativo do valor do produto com o que está promoção da Black Friday para tomar roubada.

Se inscrever em boletins de lojas e baixar aplicativos de varejistas para poder ter acesso a alguns descontos antecipadamente. Antes de concluir a compra na Black Friday, cheque o valor do frete e o prazo de entrega. Com certeza esse valor pode encarecer a compra final, fazendo com que não valha a pena adquirir o produto na data.

publicidade

O prazo de entrega também pode surpreender: por conta da grande demanda dos consumidores, pode ser que o produto demore para chegar até você. Ainda mais com a demanda gerada pela data. Você está a fim de esperar?

Devolução

Segundo o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, o consumidor pode desistir do produto até 7 dias após o seu recebimento. Levou uma roubada na Black Friday? Devolva. Não há qualquer custo para o consumidor e, assim sendo, não é preciso justificar a devolução. No entanto, o produto precisa ser entregue íntegro e na embalagem original.

Ainda dá para aproveitar

Quem não conseguir aproveitar a Black Friday não precisa desanimar. A segunda-feira seguinte ao evento de ofertas é a Cyber Monday. Nesse dia, as lojas costumam oferecer descontos em aparelhos eletrônicos e tecnológicos

Via Defesa do Consumidor SENACON