Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung anunciou hoje a produção em massa de um novo processador para smartphones que une memória RAM LPDDR5 com armazenamento UFS 3.1 integrados em um mesmo chip. O uMCP (UFS-based multichip package) integra memória DRAM LPDDR5 com memória flash UFS 3.1.

Segundo o release da Samsung, o chip será usado em smartphones intermediários até flagships. A ideia é oferecer recursos de flagships para outros segmentos de smartphones. Medindo apenas 11,5 mm x 13 mm, o chip libera mais espaço no interior dos celulares.

publicidade

Usando as interfaces mais recentes DRAM e NAND, o uMCP pode entregar velocidade de acesso rápida e alta capacidade de armazenamento por um gasto bem baixo de energia, como lembra o release da Samsung. Com essa combinação, apps que usam 5G em fotografia, jogos com alta demanda de gráficos ou em realidade aumentada (RA) poderão ser oferecidos para smartphones mais baratos. Isso foi possível por melhorias de desempenho de 50% em DRAM , de 17 GB/s para 25GB/s e dobrando o desempenho de flash NAND de 1.5GB/s para 3GB/s da versão anterior (LPDDR4X/UFS 2.2).

Mais memória e capacidade

Samsung lança chip que une memória LPDDR5 e armazenamento UFS 3.1

O uMCP pode ter versões entre 6 e 12 GB de RAM e de 128 a 512 GB. A Samsung conta que terminou testes de sucesso do seu LPDDR5 uMCP com vários fabricantes ao redor do mundo, e espera os primeiros produtos equipados com ele a chegarem ao mercado a partir desse mês.

Nas palavras de Young-soo Sohn da Samsung “o novo LPDDR5 uMCP é construído no legado de avanços em memória e experiência com empacotamento, permitindo aos consumidores aproveitarem streaming, jogos e experiências de realidade mista sem interrupções mesmo em dispositivos mais acessíveis.”

publicidade

Sohn, que é vice-presidente do planejamento de memórias na Samsung Electronics, concluiu: “enquanto dispositivos compatíveis com 5G se tornam padrão, nós prevemos que nossa inovação multichip vai acelerar a transição de mercado para o 5G e além, e vai ajudar a trazer o metaverso para nossas vidas mais rapidamente.”

Um chip único combinando memória DRAM e armazenamento UFS significa redução de custos de produção, o que pode ajudar o novo processador a ser usado em smartphones de menor custo, como citado por ele. De qualquer forma, é válido o investimento e a pesquisa da Samsung nessa nova solução para o mercado.