Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Em um post em seu site oficial, a Samsung explicou como funcionam suas tecnologias de Wi-Fi 6E e o Wi-Fi inteligente, disponíveis na sua recente linha Galaxy S21 5G. Essas tecnologias prometem uma conexão por Wi-Fi até três vezes mais rápida que a de celulares disponíveis agora.

Segundo a Samsung, o Wi-Fi comum funciona como uma estrada de faixa dupla onde qualquer veículo pode entrar, o que gera congestionamento. Com muitas pessoas tentando se conectar ao mesmo sinal de Wi-Fi, a navegação no geral se torna mais lenta e o sinal tende a cair com frequência. Esse é um problema comum em lugares movimentados, como aeroportos e rodoviárias, mesmo com muitas antenas de Wi-Fi no local.

publicidade

O Wi-Fi 6E aumenta as faixas dessa estrada para quatro, o que gera uma conexão melhor e organiza os aparelhos conectados ao sinal, melhorando a velocidade e diminuindo as interferências. Como o especialista Jun-Su Choi, do Laboratório de Convergência Avançada da Samsung, explica no vídeo abaixo, Wi-Fi 6E usa as frequências 2.4 e 5GHz já existentes, além da banda 6GHz, que é mais rápida e tem menos interferência.

Já o Wi-Fi inteligente do Galaxy S21 5G da Samsung usa uma inteligência artificial (IA) para analisar e prever os dados dos apps utilizados e a qualidade do sinal de Wi-Fi em tempo real. O sinal então é otimizado para as latências reduzidas necessárias para transmissões exigentes, com videochamadas, jogos em nuvem e streaming, por exemplo. A IA consegue identificar uma conexão ruim e mudar rapidamente para a rede do celular, fornecendo uma navegação ininterrupta.

A Anatel aprovou os requisitos técnicos para o uso do Wi-Fi 6E no Brasil em fevereiro deste ano, mas ainda não há uma data para quando essa tecnologia será implementada no país.

publicidade

Imagem: sdecoret/iStock